A FLOR-DE-LIS E O FÁLUS

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH 

lis

Amado, eu me encaixo em teu corpo,
como a luva ajusta-se na mão da diva.
Certamente ambos fomos modelados
de acordo coa mesmíssima medida.

Nossas bocas são junturas perfeitas,
A tampa coo balaio! – diria minha avó.
Por favor, não me destampes nunca,
para que eu não viva mais tão só.

Teus braços me cingem num engate,
como a casca envolve sua frágil noz.
Acho que somos, por encantamento,
a outra metade perdida de nós.

Tu és minhas emoções, alegria e razão
quando me envolves nos teus braços,
e também meu par de chinelos velhos,
que acolhe meus pés cansados.

Sou como margens generosas do rio
que segue, às vezes, sem rumo certo,
acolhendo-te em meu profundo leito,
pois  sou  fenda e tu és prumo.

Se nos virem andando por aí, meando
calorosos  beijos e atochados abraços,
gritarão aos quatro cantos do mundo:
– Os dois são farinha do mesmo saco!

Se nós estivermos acochados e felizes
como os dedos das mãos e seus anéis,
Hum! Exclamarão os pobres de afeto:
– Ali estão duas notas de dez!

Ah! Se nos vissem entre quatro paredes,
eu, flor-de-lis e tu, galho de toroso fálus,
concluiriam os incautos que somos como
a meiga minhoca e o venturoso húmus.

4 comentários sobre “A FLOR-DE-LIS E O FÁLUS

  1. Pierre Santos

    Gostei da poesia: atrevida, irreverente, despachada, mas verdadeira. Principalmente, corajosa. Interessante é que ela esconde em si um ensinamento: como é que se deve amar. Parabéns, Lu, e abraços.

    Responder
  2. Mário Mendonça

    Lu Dias

    Flor-de-lis, um dos maiores símbolos da brasonária que eu mais gosto, além do pentagrama, é claro, que pra mim fica em primeiro lugar.

    Quando era jovem tinha vontade de fazer duas tatuagens no peito (a flor-de-lis e o pentagrama) mas não tinha confiança nos tatuadores da época….hoje, já esqueci….

    Quanto ao seu poema, coitada da donzela com esse malvado…rsrsr

    Abração

    Mário Mendonça

    Responder
    1. LuDiasBH

      Mário

      A flor-de-lis é muito bela e delicada.
      Você continua jovem… risos.
      Uma pequenina nas costas fica bonita.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *