A FRIEND IN NEED (UM AMIGO EM NECESSIDADE)

Autoria de Flávio Sampaio

pok 1

O que seus bichos de estimação fazem quando você sai de casa? Algumas pessoas podem pensar que eles ficam abanando o rabinho, esperando-as voltar, enquanto outras acham que eles simplesmente ficam brincando com bolas ou novelos de lã. Esta é justamente a temática do filme “Pets”, atualmente em exibição nos cinemas. Claro que é só fantasia e mais uma tentativa de utilizar a antropoformização de animais para o entretenimento. Embora complicado, o termo tem um significado bem simples, significa a atribuição de traços humanos, emoções e intenções costumeiramente humanas a entidades não humanas, e não necessariamente a animais. Um exemplo muito bom disso é a série “Toy Story”, no qual ocorre a antropoformização de brinquedos.

Enquanto no filme “Pet”, os bichinhos mentem-se em várias enrascadas, a série “Dogs Playing Poker” (Cachorros Jogando Pôquer – em português), do pintor Cassius Marcellus Coolidge, foca em atividades bem mais “calmas” para os cães. Quer dizer, assim achamos. A série contém 16 pinturas a óleo, feitas pelo artista, que começaram a ficar famosas através da utilização dos quadros em anúncios da indústria tabagista. Em 1903, Coolidge assinou um contrato com a firma Brown & Bigelow com o objetivo de criar a série. Nem todas as 16 pinturas são de cães jogando pôquer. Algumas trazem os cães nas arquibancadas de um jogo de beisebol, outras num carro, e há também uma com eles jogando sinuca.

A mais famosa das pinturas, porém, é “A Friend in Need” (algo como “Um amigo em necessidade” – em português). Como outras telas de Cassius Marcellus Coolidge com a temática do pôquer, tal qual “His Station and Four Aces”, “Pinched with Four Aces” e “Poker Sympathy”, essa contém uma quadra de ases e é jogada na modalidade 5 card draw. O nome deriva do fato de um dos cães, um buldogue, passar um “ás” para um colega à sua esquerda – para que esse tenha uma quadra de ases (uma das mãos praticamente imbatíveis do pôquer). A tela ficou tão famosa, que seu nome virou uma expressão popular, usada quando um amigo ajuda outro – ao contrário de alguns que desaparecem quando isso acontece. Inclusive, esta expressão  figura como vernáculo em alguns sites.

Contudo, “A Friend in Need” não foi a tela de Coolidge que se tornou manchete mais recentemente – embora, como dito acima, seja considerada a mais famosa. Duas outras foram leiloadas por um valor recorde no portfólio do autor. “A Bold Bluff” e “Waterloo” – ambas com a mesma temática – tinham valor esperado entre 30 e 50 mil dólares. Atingiram 500 mil dólares em leilão no Doyle, de Nova York. Foi um recorde em relação aos trabalhos de Coolidge – o anterior era de “apenas” 75 mil dólares.

Cassius Marcellus Coolidge (1844-1934) foi um pintor estadunidense, que se tornou mais conhecido por suas composições que descrevem cães jogando pôquer. Compõem sua série com cães: Cão de Bacharel / Um blefe corajoso / Quebra de promessa /Um amigo em apuros/ Sua estação e quatro ás / Véspera de Ano Novo no cão Ville / Uns a amarrar dois a ganhar / Comprimido com quatro ás / A simpatia de poker / Post Mortem / A Reunião / Montando a cabra / Sentando-se com um amigo doente / Estranho em Campo / Dez milhas até uma garagem / Waterloo.

Ficha Técnica:
Ano: c. 1903
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 63×48 cm
Localização: Não há original, foi originalmente usada pela Brown & Bigolow em anúncios

Fontes de Pesquisa:
DogsPlayingPoker.org
Wikipedia
Money.CNN.com
http://www.greynotgrey.com/blog/wp-content/uploads/2012/05/A_Friend_In_Need-Cassius_Marcellus_Coolidge.jpg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *