Dürer – A ADORAÇÃO DA SANTÍSSIMA TRINDADE

Autoria de LuDiasBH

adosatri  adosatria

A obra de Dürer é muitas vezes, e justamente, considerada a quinta-essência do espírito da arte alemã. (Manfred Widram)

Adoração da Santíssima Trindade, Dürer, representa o Pai segurando a cruz do Filho e o Espírito Santo em forma de pomba sobre a cabeça do Pai. Os três são adorados pela multidão de anjos, santos e cristãos.

A Adoração da Santíssima Trindade, também conhecida como Retábulo de Landauer, encontra-se entre os principais trabalhos do pintor alemão Albrecht Dürer, sendo considerada a obra mais suntuosa e também uma das mais belas expressões do Renascimento alemão. Esta composição foi encomendada ao artista por Matthäus Landauer, rico comerciante de Nuremberg, com a finalidade de ornamentar a capela da Santíssima Trindade e Todos os Santos, da Casa dos Doze Irmãos, instituição de caridade fundada por ele e Schiltkrot Erasmus, que tinha como objetivo servir de abrigo para 12 artesãos pobres e já impossibilitados de trabalhar.

O magnífico painel de Dürer apresenta uma cena que acontece acima do solo e está esquematizada em quatro semicírculos. Mostra Deus Pai, Jesus Cristo e a pomba, que simboliza o Espírito Santo. Rodeando a Santíssima Trindade estão, à direita da composição, personagens do Antigo Testamento, dentre os quais se destacam Moisés, Davi e os profetas. À esquerda estão os seguidores de Cristo, portando ramos de palmeira. Logo abaixo encontram-se os seguidores do reino de Deus na Terra, liderados pelo papa, que usa uma tiara azul e um manto dourado, e o Imperador com uma coroa de ouro.

Deus Pai, mostrado como o Imperador do Mundo, usa um manto dourado e uma majestosa coroa imperial. Com os braços abertos, segura um crucifixo, onde se encontra seu filho Jesus. Logo acima deles está a pomba do Espírito Santo em uma nuvem de luz dourada, cercada por uma legião de querubins.

A cruz, onde se encontra Jesus Cristo vivo, está sobre uma capa forrada de verde, que é sustentada, de ambos os lados, por anjos. Ao redor da Santíssima Trindade estão os santos, dentre eles estão São João Batista e a Virgem Maria.

À esquerda, de joelhos, está Matthäus Landauer, ricamente vestido. Um camponês, levando consigo instrumentos de trabalho, representa os pobres. À direita, uma rainha desconhecida tem o rosto escondido por um véu que deixa apenas os olhos à vista.

Na parte inferior da composição está uma enorme paisagem mostrando o amanhecer acima de um lago, entre colinas. Também na parte inferior, à direita do observador, encontra-se um autorretrato do pintor que segura um painel com a inscrição e data da assinatura, dizendo:

ALBERTUS DÜRER NORICUS FACIEBAT ANNO A VIRIGINIS PARTU – 1511

Ficha técnica
Data: 1511
Técnica: têmpera a óleo sobre madeira
Dimensões: 135,4 x 123,5 cm
Localização: Kunsthistoriesches Museum, Viena, Áustria

Fontes de pesquisa
1000 obras-primas da pintura europeia/ Könemann
Gênios da pintura/ Abril Cultural
Tudo sobre arte/ E.H. Gombrich

2 comentários sobre “Dürer – A ADORAÇÃO DA SANTÍSSIMA TRINDADE

  1. Terezinha Pereira

    Belo!
    Esta representação da Trindade, tem alguma semelhança com a representação escolhida para o Santuário da Santíssima Trindade, em Tiradentes. Diferente da que eu havia conhecido no catecismo. Despertou-me a curiosidade. Depois que a vi em Tiradentes pesquisei sobre os ícones da Trindade e encontrei diversas representações e também belíssimas pinturas.
    Em meu livro Trindade, falo sobre a representação de Tiradentes e também da de Trindade, Goiás, (santuário do Pai Eterno), em que as três pessoas da Trindade são apresentadas coroando Maria.
    Beijo,
    TT

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      TT

      Ontem mesmo eu estava conversando com um amigo sobre a beleza deste quadro.
      Existem aí uma infinidade de detalhes.

      Acho legal os seus livros, pois são sempre muito instrutivos, trazendo muitas informações para o leitor, além da trama em si.

      Quando for a Tiradentes, farei uma visita ao Santuário em questão, para ver a representação da Trindade.

      Beijos,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *