AS TRÊS SIRIGAITAS

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Recontada por LuDiasBH

melan

Mirinha, Luzia e Zelita eram três amigas que não gozavam de boa fama no povoado em que viviam. Cansadas de ouvirem cochichos por onde passavam, acharam por bem ajuntarem as trouxas e se mudarem para uma cidade maior, onde ninguém saberia da existência delas. E assim partiram de madrugada, na intenção de fazer a vida lá pras bandas de Araçuaí.

As três periguetes, mal se acomodaram numa “pensão familiar”, resolveram conhecer a praça, avaliando como andaria o bolso dos varões que por elas passavam. Antes disso, devo dizer ao leitor, que a região é muito rica em frutas, tais como melancia, jaca, manga e laranja, dentre outras, sendo comum a venda de tais frutas por meninos, que andam pelas ruas com os seus carrinhos ou gamelas cheias.

Enquanto estavam por ali, matutando sobre o futuro, as três assustaram-se com a possibilidade de terem sido reconhecidas, pois um garoto com um carrinho de melancia, olhava para elas e gritava:

– Oia a melancia putaiada! Oia a melancia putaiada!

Chateadas com o inesperado reconhecimento, acharam por bem rumar para outro lugar, uma ruazinha bem escondida. Mas, poucos minutos depois, lá estava o garoto impertinente e atrevido gritando:

– Oia a melancia putaiada! Oia a melancia putaiada!

Mirinha falou espantada para Zelita e Luzia:

– Amigas, quem será o miserável que espalhou a nossa fama por aqui? Mire bem as pessoas abrindo as janelas e olhando para nós. Ai que vergonha! Temos que ir embora imediatamente.

No dia seguinte, antes de o sol botar seus raios para fora, Zelita, Luzia e Mirinha pegaram carona com um caminhoneiro que ia pras bandas de São Paulo. Mas mesmo com a ausência das três moças não tão de família, o moleque continuou vendendo sua melancia e gritando:

– Oia a melancia putaiada! Oia a melancia putaiada!

Que traduzindo seria…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *