BENDITA ÁGUA!

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBHagua1

Certo dia,
quedei-me em encantamento,
ao saber que a água do mundo
é a mesma que sempre existiu
na Terra, em todo o tempo.

A chuva, que ora me molha,
já umedeceu outros corpos,
já fluiu em outros lugares,
circundou o mundo todo e
desaguou em outros mares.

Cada gotícula que cai,
carrega em si impressa
a história de muitas eras,
os fatos de muitas vidas,
o DNA de nossa esfera.

Nota : Quadro do russo Leonid Afremov

12 comentários sobre “BENDITA ÁGUA!

  1. Rodolpho Caniato

    Parabens, LU, pelas suas belas incursões em todas as áreas das letras, tanto na prosa quanto nas rimas. Você é sempre muito bem “dotada” em tudo que escreve, com ou sem rimas.

    Parabens, LU, pela divulgação de textos e opiniões abalisadas sobre água e meio ambiente. Esta sempre foi minha preocupação e grande parte de minha militância no Ensino da CIêNCIA. Este é um tema de relevante importância para o destino dessa HUMANIDADE que sabe tão pouco de si mesma e dos riscos que corremos todos.

    Alguns dos meus textos (gravados) dos anos setenta estão sendo recuperados por um trabalho que está sendo feito na UFSCar (Universidade Federal de São Carlos, pelo Prof.Dr Paulo Bretones)

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Prof. Caniato

      O senhor é muito generoso para comigo. Também nutro grande preocupação com a água de nosso Planeta. Segundo algumas opiniões, a próxima guerra mundial será por causa dela.

      Alegra-me muito o fato de saber que alguns de seus textos gravados estão passando por recuperação. Não se pode perder tamanho saber, num mundo tão carente de mentes pensantes. O Dr. Paulo Bretones está de parabéns pela iniciativa.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  2. LuDiasBH Autor do post

    Pedro Rui

    A água é o maior tesouro do planeta Terra. Sem ela ele perecerá.

    Não deve ser fácil para Portugal ter os rios nascendo na Espanha. Portanto, os espanhóis passam a ser os grandes responsáveis pelas matas ciliares.

    Não tenho dúvidas de que no futuro haverá guerra por causa da água. Também penso nisso. Você tem toda a razão.

    Abraços,

    Lu

    Responder
  3. Pedro Rui

    Lindo poema, nele de gota a gota nos vai dizendo o valor da água.
    Estou de acordo, a água é vida, nós humanos temos que tratar a mãe natureza com mais amor, se não ela deixa de ser tão boa conosco.

    Em Portugal nós já temos problemas com a Espanha, pois os maiores rios que temos nascem em Espanha e os governos não se entendem.

    Em verdade te digo, um dia ainda haverá guerras por causa da água, espero que esteja enganado.
    Nós temos de tratar melhor o ciclo da água, porque a água é vida.
    Abraços Lu

    Rui Pedro

    Responder
  4. Anselmo Durans

    Querida LuDiasBH

    Hoje passeando com minha família no meu querido parque zoobotânico Emilio Goeldi tive o prazer de conhecer pessoalmente seu veterinário. Que pessoa educada e gentil, desculpe-me, se estiver cometendo uma redundância. Mas falando um pouco de seu poema “Bendita Água”, você fala tudo em pequenas gotas. Sensacional!
    Grande abraço!

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Anselmo

      É um grande prazer receber você, sua família e seus amigos aqui neste blog.
      Façam deste cantinho um lugar especial.
      Aqui temos um pouquinho de todas as artes.

      Obrigada pelos elogios dirigidos a meu mano.
      Ele realmente ama o que faz e traz leitores especiais para mim… risos.

      Espero que seja esta a primeira das constantes visitas que fará ao Vírus da Arte & Cia.
      Fiquei muito feliz.

      Grande abraço,

      Lu

      Responder
  5. Edward Chaddad

    LuDias

    Lindos versos.
    A água é a vida.
    E representa, pela sua perpetuidade, a esperança de todos os povos no mundo.
    Infelizmente, a humanidade não tem tratado de forma correta o ciclo da água, o ciclo da vida.
    As agressões à natureza irão tornar a água o nosso vilão, quando ela é a guardiã da vida em nosso planeta. Temos que refletir e muito sobre o caos que estamos provocando. Os desastres ambientais e humanos comprovam o desrespeito com que estamos tratando a natureza.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Ed

      Como deixa claro em seu comentário, o ciclo da vida está intimamente ligado ao ciclo da água. Sem o segundo não existirá o primeiro. Mas o inverso não é verdadeiro. Portanto, o homem precisa cuidar com atenção redobrada do ciclo da água.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  6. Mário Mendonça

    Lu Dias

    Concordas?

    Neste sábado (22), dia em que se comemora o Dia Mundial da Água (22), é importante lembrar que um dos principais problemas que o Brasil precisa enfrentar é a falta de conhecimento da população sobre a realidade dos recursos hídricos no país, afirma o coordenador do Programa Água para a Vida da organização não governamental (ONG) WWF-Brasil, Glauco Kimura de Freitas.

    Para ele, a população está muito distante do tema água, que só chama a atenção quando há uma crise instalada. “As pessoas não procuram se informar de onde vem a água que consomem e o que podem fazer para garantir o abastecimento, há um desconhecimento geral. Os governantes têm sua culpa, as empresas e a mídia, também, e essa falta de esclarecimento reflete no cidadão.”

    Kimura cita a pesquisa que o WWF faz a cada cinco anos sobre a percepção dos brasileiros sobre a água. Na última, em 2012, mais de 80% dos entrevistados nunca tinham ouvido falar da ANA[Agência Nacional de Águas], que é o órgão regulador dos recursos hídricos. “Há consciência sobre como economizar e de que pode faltar água. Mais de 70% das pessoas sabem dos problemas, mas o desconhecimento ainda é grande”, disse o especialista.

    Outro problema é a má governança dos recursos hídricos, acrescenta Kimura. “É muito difícil dizer se vamos conseguir, ou não, suprir nossas demandas e é grande a chance de termos problemas no futuro com a gestão que tem sido feita”, disse ele, destacando que o Brasil está muito bem em termos de leis, como, por exemplo, a Política Nacional de Recursos Hídricos , o Conselho Nacional de Recursos Hídricos e os comitês de bacias hidrográficas, mas que não estão sendo implementados e fiscalizados como deveria.

    “Fizemos a lição de casa até um certo ponto e precisamos mudar essa trajetória, fugir das consequências desse cenário que as Nações Unidas [ONU] projetam. Temos um arcabouço legal, bons modelos, mas a vontade política para fazer algo consistente está muito baixa, não só no âmbito federal, mas nos estados e municípios também”, destaca o coordenador do Programa Água para a Vida.

    O Relatório de Desenvolvimento Mundial da Água 2014 , de autoria da ONU-Água, prevê que, em 2030, a população global necessitará de 35% a mais de alimento, 40% a mais de água e 50% a mais de energia.

    “O tema água esta abaixo das prioridades. A ANA é um órgão técnico de excelência, mas os governos locais não dão conta de implementar os instrumentos que já existem, a sociedade não cobra, e as empresas só se mexem quando têm que cumprir a lei”, argumenta Kimura.

    De acordo com ele, o terceiro gargalo na gestão dos recursos hídricos é o mau uso da terra. “As cidades vão crescendo, ficam dependendo de reservatórios, a maioria poluídos, e ocupando áreas de nascentes, que são os ovos de ouro da galinha. O planejamento urbano tem que ser levado muito a sério, e o setor de recursos hídricos precisa estar inserido.”

    Para Kimura, na área rural, também há uma tendência de agravamento do problema com a flexibilização do Código Florestal , aprovado em 2012. Para ele, a diminuição das Áreas de Preservação Permanente (APPs), que agora levam em conta o tamanho da propriedade, coloca em risco os mananciais de água.

    A Política Nacional de Irrigação, instituída no ano passado, também pode constituir um problema para o especialista do WWF, já que o crédito financeiro e as outorgas para captação de água vão aumentar. “É como uma poupança: estamos dando cada vez mais senhas para acessar a nossa caderneta, mas ninguém põe dinheiro lá. Então, temos que ter um trabalho sério de proteção das nascentes e área de recarga de aquífero”, destaca Kimura, explicando que existem áreas de terra mais permeáveis que outras que precisam ter uma cobertura florestal em cima e que, por desconhecimento das pessoas, são pavimentadas ou assoreadas.

    da Agência Brasil
    Andreia Verdélio
    Rios Arquivo/Agência Brasil
    Publicado no Blog do Luis Nassif

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Mário

      Que maravilha de texto!
      Concordo plenamente, caso queiramos que a vida continue.
      Aprendi muito com ele. Agradeço a postagem.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  7. Mário Mendonça

    Lu Dias

    Graças a governos incompetentes, um dia padeceremos desse recurso essencial para a vida no planeta.
    No Brasil, 40% de toda água potável é perdida antes de chegar na torneira. E não existe um programa de educação voltada para evitar isso. Com certeza a natureza já esta se vingando, pois chove muito onde não precisa e pouco onde precisa.

    Abração

    Mário Mendonça

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Mário

      Os governos precisam levar mais a sério o problema da água.
      Há previsão de que as futuras guerras serão por causa desse líquido tão precioso.
      E, como deixo claro no meu poema, ela não é renovável.
      É sempre a mesma que existiu no planeta.
      E quanto poluída for ficando, menos haverá água pura para a vida, qualquer que seja ela.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *