Bosch – O VOO E A QUEDA DE SANTO ANTÃO (II)

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

ANDARILHO123O tríptico da Tentação de Santo Antão traz no volante esquerdo O Voo e a Queda de Santo Antão, que mostra o santo, inconsciente, sendo carregado por dois frades e um terceiro homem vestido com roupas seculares, o que para muitos trata-se de um autorretrato do pintor.

As quatro figuras atravessam uma pequena ponte, que passa sobre um riacho de águas escurecidas, e, abaixo dela estão três figuras horrendas a conversar, tendo uma delas uma folha escrita na mão, enquanto um mensageiro, misto de homem e pássaro, aproxima-se do grupo. Na margem do riacho há um enorme ovo, de onde sai um filhote, mas a ave mãe está engolindo uma de suas crias.

À frente, na estrada onde se encontram Santo Antão e seus amigos, um grupo de diabos dirige-se para uma figura, que se encontra ajoelhada, com a parte inferior nua. Suas pernas abertas formam a entrada de um bordel.

Na paisagem ao fundo, um falso farol exerce atração sobre os navops, trazendo-os para a costa, onde serão destruídos, pois ali se encontram inúmeros cadáveres e demônios. Um monstro em forma de peixe e escorpião, com uma torre nas costas, engole outro. Na mesma tábua, Santo Antão aparece no Céu, sendo carregado por demônios e outros monstros malignos.

Ficha técnica
Ano: c. 1501
Técnica: óleo sobre madeira
Dimensões: 131,5 x 53 cm
Localização: Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa, Portugal

Fonte de pesquisa
Bosch/ Taschen
Bosch/ Abril Coleções

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *