Degas – MULHER SENTADA AO LADO DE…

Autoria de LuDiasBH

musvaflo
A composição denominada Mulher Sentada ao Lado de um Vaso de Flores, também conhecida como Sardela, é uma obra do pintor Edgar Degas. Ela tem recebido, incorretamente, o título de Mulher com Crisântemos. Também demonstra a influência dos mestres holandeses, do pintor Delacroix e da técnica japonesa de pintura, que joga com a composição assimétrica dos elementos presentes na composição.

Esta pintura de Degas representa, provavelmente, a casa dos Valpinçons, seus amigos que moravam no sul da Normândia, para cuja casa de campo ele gostava de ir. E a mulher poderá ser a senhora Paul Valpinçon. Portanto, não parece ser uma reflexão do artista.

Numa sala com papel de parede de cor verde e com flores da mesma cor, num tom mais escuro, está uma mesa próxima à janela que se descortina para um jardim florido. Sobre ela está um enorme vaso com flores, das mais diversas cores, que toma a maior parte da tela, atraindo a atenção do observador.

Ao lado da mesa, na lateral direita, está uma mulher assentada, com o cotovelo apoiado sobre essa, e a mão próxima à boca, como se observasse algo ao longe ou se encontrasse pensativa. Ela veste roupas quentes, em tons de terra, e traz um lenço azul-escuro no pescoço. Usa um tocado branco na cabeça, com arranjo em preto e azul, deixando exposta parte do cabelo. Na orelha direita chama a atenção o brilho de seu brinco, como se fosse um diamante. Belo também é o anel de ouro com pedra, que ela ostenta.

A esta pintura precedeu um desenho a lápis da mulher, feito no mesmo ano. Exames de raios-X também comprovam que o buquê era originalmente maior, estendendo-se mais para a direita, mas o pintor raspou o local e ali pintou a figura da mulher. Embora o vaso de flores seja de grande beleza, ainda assim é a mulher quem mais chama a atenção, embora tenha ali presente apenas parte do corpo, à direita da composição, uma vez que Degas abandona a regra tradicional de colocar a figura humana no centro.

Na parte esquerda da mesa, encontra-se uma jarra com água, e o que, para alguns, parece ser um par de luvas, da mesma cor da vestimenta da mulher, usada no trato com as plantas.

Ficha técnica
Ano: 1865
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 74 x 93 cm
Localização: Metropolitan Museum of Art, New York, EUA

Fontes de pesquisa
Edgar Degas/ Coleção Folha

https://aestheticapperceptions.wordpress.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *