DOENÇAS CARDIOVASCULARES E ATEROSCLEROSE
Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria do Dr. Telmo Diniz pcr1234

Doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares são aquelas que provocam a conhecida aterosclerose, ou seja, o envelhecimento e o entupimento das artérias, que levam, necessariamente, à redução ou à interrupção de oxigênio para determinado órgão. Esta é a principal causa de morte no mundo, sendo que os casos de óbitos geralmente são por infarto no coração ou AVC (acidente vascular cerebral), popularmente conhecido por “derrame cerebral”.

Fatores de risco como:

  • sedentarismo,
  • fumo,
  • hipertensão arterial,
  • diabetes,
  • colesterol alto,
  • obesidade,
  • dieta com alto teor de gorduras saturadas e açucares
  • e o estresse crônico

podem levar gradativamente e, de forma silenciosa, ao desenvolvimento da doença.

Mudança de hábitos

Conhecer o paciente a fundo através de seu histórico pessoal é essencial. Isto é necessário para que possamos conhecer todos os hábitos de vida da pessoa e, assim, propor um amplo tratamento. É através da entrevista com o paciente e de exames complementares que podemos detectar fatores que possam progredir para a aterosclerose.

A detecção de aterosclerose em exames como o ultrassom e a ressonância é um sinal de que algo deve ser corrigido. O tratamento com medicamentos pode ser necessário, mas o mais importante é estimular a mudança nos hábitos de vida da pessoa. Caso contrário, vários dos fatores de risco vão permanecer e ela poderá ter um evento isquêmico no futuro.

A melhor forma de combate ao problema é a prevenção. Somos o reflexo daquilo que fazemos. Se a pessoa tiver o hábito frequente de consumir gorduras, frituras e alimentos processados no dia a dia; se fuma um maço de cigarros ao dia; se come doces de forma exagerada; se não faz nenhum exercício físico, certamente as artérias vão entupir e o tempo e qualidade de vida estarão em sérios apuros. E, se não se conscientizar de que terá que fazer concessões, a sua saúde, certamente, irá evoluir para a doença. Temos que procurar parar de tratar doenças e promover a saúde.

Nutrição

O uso de alimentos funcionais, consumidos de forma regular, irá ajudar a combater o processo de formação da placa aterosclerótica. São substâncias nutritivas com propriedades terapêuticas (nutracêuticos). Desses, podemos citar:

  • soja,
  • aveia,
  • frutas vermelhas (destaque para a romã),
  • chá verde ou preto
  • e alimentos que contenham ômega 3 (como peixes, azeite extra virgem, linhaça, etc.)

A suplementação com estas substâncias também poderá ser feita com acompanhamento do profissional de saúde.

Ao médico cabe o controle das doenças já instaladas, como:

  • hipertensão,
  • diabetes,
  • colesterol elevado,
  • obesidade, etc.

Ao paciente cabe mudar para hábitos de vida mais saudáveis, a citar:

  • prática de atividades físicas;
  • ida ao médico pelo menos uma vez ao ano;
  • uso de alimentação mais saudável (se não souber como, procurar um nutricionista);
  • redução do estresse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *