E AGORA, JOSÉ?

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

cadela1

As manchetes da mídia
gritam que os homens,
seres bestiais,
toldaram os céus,
implodiram os rios,
poluíram as fontes,
desbotaram as flores,
esvaziaram os mares,
emudeceram o vento,
dizimaram as florestas,
envenenaram os oceanos
e assassinaram os animais.

E eles acabaram
trucidando a pureza,
sufocando os sonhos,
calando o bom senso,
editando os tormentos,
decapitando a esperança
amordaçando a coragem,
habilitando o sofrimento,
sacrificando a humanidade,
sem um tico de dó ou piedade.

E agora, José,
o que será de nosso planeta
em meio ao caos e à guerra
da ambição, egoísmo e ódio,
sem outro destino sequer?
Virgem Maria, Mãe nossa,
apiedai-vos agora dessa ralé,
pois o fim de nós se apossa.
Urge a vossa ajuda, apesar
da escassez de nossa fé.

Nota: Davi e Golias – obra de Ticiano

4 comentários sobre “E AGORA, JOSÉ?

  1. Edward Chaddad

    LuDias

    É importante sermos todos otimistas e enxergarmos não só o lado negativo, mas também o positivo, senão isto nos levará a um pessimismo interminável e que nada acrescentará de bom para a melhoria da humanidade.
    Todavia, nos seus versos há muitas verdades. E verdades sobre que não podemos deixar de fazer nossa reflexão e buscarmos, sobretudo, um caminho, alguém que nos ensine a direção mais correta, mais urgente e possível, para que o ser humano não venha a descartar a vida em nosso planeta.

    Há muitas saídas, inclusive na ciência, na tecnologia, etc. Porém, Deus já nos proporcionou uma natureza que tem a capacidade de se regenerar, de se corrigir, de buscar o renascer, desde que a deixemos em paz, desde que a humanidade não queira se rivalizar com o Criador. A natureza é dadivosa. As árvores, v. gratia, alimentam-se, nutrem-se de CO2. Ao plantarmos árvores, ao defendê-las contra a depredação humana, podemos estar criando as condições importantes para a restauração de um ciclo virtuoso, com reversão das expectativas de vida em nosso planeta.

    Os versos são fortes, mas muito verdadeiros.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Ed

      Tenho lutado sempre para eliminar a visão dos filmes Mad Max em minha mente.
      Eles mostram a destruição do planeta e, consequentemente, da humanidade.
      Se o homem não mudar sua visão, a próxima guerra mundial será pela água e não pelo petróleo.
      Quando leio as suas palavras, encho-me de esperança.
      Tomara Deus que assim seja.

      Abraços,

      Lu

      Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Mário

      Eu também sou otimista.
      Basta comparar a vida das pessoas na Idade Média com o dia de hoje.
      Ou o Brasil da escravidão com o que temos hoje.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *