GAROTA DE IPANEMA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

tom e vinicios
Meu amigo, que por força do trabalho é obrigado a voar pelos quatro cantos do mundo, fica sempre impressionado com o alcance mundial que tem a música Garota de Ipanema. Recentemente chegou da Coreia do Sul, e me contou que ao adentrar no Aeroporto Internacional de Incheon, um dos mais belos e organizados do planeta, a primeira canção que ouviu foi Garota de Ipanema, este maravilhoso hino da bossa-nova, e cartão de visita do Brasil em todo o mundo, mesmo depois de meio século de existência. O número de interpretações gravadas da canção ultrapassa a mais de 500 (inglês, finlandês, estoniano, esperanto, etc.)

Garota de Ipanema foi composta por Vinícius de Moraes e Tom Jobim, em 1962, quando a bossa-nova reinava em todo o país. A gravação, feita pela gravadora Verver,  saiu em 1963. É a canção mais tocada no mundo, ficando abaixo apenas de “Yesterday”, composta e cantada pelos Beatles.

A canção não nasceu Garota de Ipanema, como pensa a maioria das pessoas, mas Menina que Passa. Assim era a letra inicial composta por Vinícius de Morais:

Vinha cansado de tudo/ De tantos caminhos/ Tão sem poesia/ Tão sem passarinhos/ Com medo da vida/ Com medo de amar/ Quando na tarde vazia/ Tão linda no espaço/ Eu via a menina/ Que vinha num passo/ Cheio de balança/ Caminho do mar.

Tanto Vinícius quanto Tom não ficaram muito satisfeitos com a letra inicial feita pelo poetinha, por isso,  compositor e poeta  puseram-se a trabalhá-la, mudando uma frase aqui, trocando uma palavra acolá até que chegaram à versão definitiva:

Olha que coisa mais linda/ Mais cheia de graça/ É ela a menina/ Que vem e que passa/ No doce balançao, a caminho do mar/ Moça do corpo dourado/ Do sol de Ipanema/ O seu balançado é mais que um poema/ É a coisa mais linda que eu já vi passar/ Ah, porque estou tão sozinho? Ah, porque tudo é tão triste/ Ah, a beleza que existe/ A beleza que não é só minha/Que também passa sozinha/ Ah, se ela soubesse/ Que quando ela passa/ O mundo inteirinho se enche de graça/ E fica mais lindo/ Por causa do amor.

 A garota carioca Helô Pinheiro (Heloísa Pinheiro) foi quem serviu de inspiração para Tom e Vinícius, quando passava em frente ao bar, onde os dois se encontravam, em direção à praia de Ipanema. Em virtude da canção, ela acabou se tornando uma celebridade.

Garota de Ipanema é, sem dúvida, uma das canções mais importantes do século XX.

 Curiosidades:

  • Uma versão instrumental desta canção já foi feita para o filme Garota de Ipanema, de 1967.
  • A versão em inglês desta canção se chama The Girl from Ipanema, cuja letra foi escrita por Norman Gimbel em 1963. Já foi cantada por Frank Sinatra, Ella Fitzgerald, Cher, Mariza, Madonna, Sepultura (que gravou num estilo rock and roll) e vários outros artistas.
  • A cantora Astrud Gilberto, filha de mãe brasileira e pai alemão, que se casou com João Gilberto, cantou, em 1964, a versão de Garota de Ipanema em inglês.
  • Frank Sinatra regravou The Girl from Ipanema em 1967
  • A cantora Amy Winehouse fez uma versão para a música, que está no seu álbum póstumo, lançado meses após a sua morte.
  • A canção inspirou outra da banda americana The B-52’s com “Girl From Ipanema Goes To Greenland” (Garota de Ipanema Foi Para a Groelândia), presente no disco Bouncing Off the Satellites (1986). É uma metáfora, já que a Garota de Ipanema representa uma garota alegre e atraente e a Groelândia é um lugar frio, representa uma personalidade fria. Resumindo, é uma garota atraente que se torna insensível.
  • Os herdeiros de Tom Jobim e Vinicius de Moraes aprovaram a utilização de Garota de Ipanema na série “Mad men”, num filme dos irmãos Coen e em campanhas da Nike e da Calvin Klein, dentre outras consultas.

Nota
Cliquem no link abaixo para ouvirem Garota de Ipanema

https://www.youtube.com/watch?v=KJzBxJ8ExRk

Fonte de pesquisa:
Wikipédia
Globo.com

2 comentários sobre “GAROTA DE IPANEMA

  1. Mário Mendonça

    Lu

    Já que seu blog tem espaço pra musica, posso sugerir…???…

    Adianto, gosto de muitos ritmos….

    Abração

    Mário

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *