GUARDADO A SETE CHAVES

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

arca

Dizem que um segredo deve ser guardado a sete chaves, pois uma vez que alguém toma conhecimento do mesmo, o sigilo acaba caindo na boca do mundo. Benjamin Franklin, cientista e filósofo norte-americano, dizia que “somente três pessoas são capazes de guardar um segredo, se duas delas estiverem mortas”, mas, como o planeta possui mais de sete bilhões de pessoas, tal premissa é totalmente falsa.

É muito comum alguém nos contar algo e nos pedir segredo absoluto. Imagine o meu caro leitor, se o sujeito, senhor daquilo que não pode ser revelado, não consegue guardá-lo para si, como pode querer que outrem o faça? Não deixa de ser um paradoxo. Como dizia minha mãe, a língua do depositário de tamanha confiança coça e lá está a confidência espalhada pelos quatro cantos do planeta. Sem falar que, quem guarda um segredo, precisa ter uma memória de elefante, ou seja, lembrar-se sempre de que é preciso manter o sigilo sobre o assunto a si confiado. Quanta responsabilidade! E, como dizem alguns, quem guarda segredo é padre e terapeuta. E olhe lá!

Mas o que viria a ser a expressão “a sete chaves”? Que mistérios são esses? Onde se encontram tais chaves? Em tempos idos, quando algo era muito valioso nas terras portuguesas, o tesouro era guardado em arcas de madeira. Mas não se tratava de qualquer arca. Cada uma delas tinha quatro fechaduras. E daí? – pode indagar o leitor – se é possível abri-las ao mesmo tempo. Calminha, amigo, vamos devagar que o santo é de barro. Não abusemos da inteligência do dono da preciosidade. Bem, após fechada a arca, quatro pessoas da maior confiança do ricaço recebiam a incumbência de guardar as quatro chaves, ficando cada pessoa com uma das chaves. Muitas vezes, o rei era o guarda de uma delas. De modo que a arca só poderia ser aberta com a presença dos quatro elementos juntos. Mas com o tempo, o número quatro perdeu o status, entrando o sete no lugar, pois é um número místico muito poderoso. E se guardar um tesouro a quatro chaves já era seguro, imagine a sete!

Nota: Imagem copiada de chaves-vilareal.olx.pt

6 comentários sobre “GUARDADO A SETE CHAVES

  1. Patricia

    Ei Lu!

    Segredo é segredo tal diz o nome. Se a língua coçar e expuser o dito cujo deixou de ser segredo. Ai não tem chave que segure rsrsrrs.

    Bjos.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Pat

      E tem gente que a língua coça muito.
      Mal ouvi aqui, já está contando ali.
      E pior, mudando todo o contexto.
      O melhor mesmo é fechar o bico.

      Beijos,

      Lu

      Responder
  2. ana lucia

    Lu,
    A gente sempre carrega na vida um segredo trancado a sete chaves. É só fazer um exame e consciência. Beijo.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Aninha

      Não deve existir ninguém que não tenha um segredo pessoal.
      Só não pode deixar a chave com quatro pessoas… risos.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  3. Alfredo Domingos

    Lu,
    Guardar segredo é muito difícil. Segredo sem contar não tem graça, não causa efeito. O bom é revelar o novo e sigiloso. E em consequência pedir absoluta reserva, mesmo sabendo que haverá grande risco. O gesto da revelação em voz baixa, com a mão abafando o som, no ouvido alheio, é sensacional! Em complemento, vem: “só contei pra você, hein?!”

    Responder
    1. LuDiasBH

      Alfredo

      Gostei da mão na boca, coxixando ao pé do ouvido:
      “Só contei para você!”

      Penso que foi assim que nasceu o telefone… risos.

      Segredo entre três, por exemplo, tem que matar os dois.
      Vixe Maria!

      Que bom saber que já voltou.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *