ÍNDIA – DENÚNCIA FEITA POR UM DALIT

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

dalind

Babula BHERWA, camponês de 50 anos e membro da delegação de Campanha pelos Direitos Humanos dos Dalits (NCDHR), os intocáveis, durante o Fórum Social Mundial, faz a sua denúncia durante a realização do Encontro.

Levei mais de um mês para vir aqui, mas queria absolutamente estar presente para mostrar ao resto do mundo a realidade dos dalits (intocáveis) neste país. O sistema de castas foi oficialmente abolido, mas ainda somos tratados como sub-humanos.

No meu vilarejo, no Rajastan, não temos o direito de usar o mesmo poço d’água potável, nem de entrar nos templos ou de tocar qualquer coisa que pertença a uma família de casta superior. Até pouco tempo, não tínhamos sequer o direito de tomar banho na mesma lagoa que eles. Até as vacas e os cachorros têm o direito de se lavar nessa lagoa.

Em 2001, decidi protestar contra essa injustiça, já que nossa lagoa tinha secado e não podíamos tomar banho. Então, eu e meu sobrinho pulamos na lagoa das altas castas. Na mesma noite, cinquenta pessoas vieram a nossa casa para nos bater. Felizmente conseguimos impedi-los de entrar. Chamei a polícia, mas fui eu quem levou a bronca. Perguntaram-me por que eu ia contra as tradições. Depois, as altas castas tentaram me fazer pagar uma multa e assinar uma carta de desculpas, mas eu recusei. Tentaram fazer com que eu fosse rejeitado pela comunidade. Ninguém mais queria me emprestar o trator e, no mercado, ninguém queria me vender mais nada. Até as outras famílias de dalits eram ameaçadas se falassem comigo.

Finalmente a NCDHR veio me ajudar e, como minha história foi mediatizada, o governo teve que intervir. Agora, nós temos o direito de nos lavar. As outras discriminações continuam, mas a prova existe de que e possível lutar contra o sistema de castas.

Se todos os dalits se unirem, então poderemos forçar a mudança do sistema. Muitos dentre nós têm medo de represálias se contestarem as discriminações. Espero que nossa presença aqui (no FSM de Bombay)  faça com que o resto do mundo bote pressão sobre o governo indiano, já que as autoridades não fazem nada para nos ajudar.

Nota: Imagem copiada de http://eusr.wordpress.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *