Kandinsky – CÉU AZUL
Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

Kan1234567

Quem sabe, talvez as nossas formas “abstratas” são todas naturais. (Kandinsky)

Esta composição é da última fase de Kandinsky, quando ele já havia deixado para trás sua fase geométrica, tendo sido denominada de “abstração biomórfica” por alguns críticos.

Kandinsky sempre nutriu grande interesse pelas ciências naturais, principalmente pelas áreas de embriologia, botânica e zoologia.

Nesta composição, sob o fundo azul celeste, Kandinsky pinta uma infinidade de formas biomórficas e ectoplásticas, num belo efeito compositivo, bem parecido com o estilo do pintor catalão, Joan Miró, de quem se tornou amigo.

Ficha técnica
Ano: 1940
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 100 x 73 cm
Localização: Musée National d`Art Moderne, Centre Georges Pompidou, Paris, França

Fontes de pesquisa
Kandinsky/ Coleção Folha
Kandinsky/ Abril Coleções

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *