MORFEU E A LUA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

lua

O céu está azul embora a noite avance,
jogando seu verde para fora da natureza.
A lua com o branco argentado se enfeita,
para parecer mais sensual e perfeita.

À frente da janela fica busco a pracinha,
nela há uma igreja em estilo gótico, com
seis prateadas setas apontando os céus.
Os sinos saúdam a vinda do crepúsculo.

Atrás, as ondulações da Serra do Curral,
onde a lua reaparece como um pingente,
agarrado no regaço da montanha sinuosa,
em meio a seus negros seios flamantes.

Em êxtase com tamanho aprazimento, eu
apago o abajur pra banhar-me na luz da lua.
E entrego meu corpo, feliz entre os lençóis,
enquanto Morfeu ainda não me faz sua.

Nota: imagem copiada de gartic.com.br

2 comentários sobre “MORFEU E A LUA

    1. LuDiasBH Autor do post

      Rui

      Eu também sou apaixonada pela lua.
      Contemplá-la é encher a alma de poesia.
      Obrigada por seu carinho,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *