O ENCONTRO DE CÉU E MAR

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH escravo1234567

O mar derrama o verde sobre a areia branca,
e suas ondas balançam fitando o azul do céu.
Espumas perladas espargem borrifos dágua
e os barcos deixam a baía, singrando ao léu.

O azul celestino cai sobre o dorso das ondas,
petiz maroto brincando de esconde-esconde,
jogando suas flechas de safira e lápis-lazúli, e
o astro rei lança seus raios douro defronte.

O mar esverdido enruga a superfície de jade,
e miríades de gaivotas fazem cabriolas no ar.
As ondas, meninas namoradeiras e arteiras,
vagam pela praia em borbulhantes risadas.

O céu vê-se tomado por grande entusiasmo,
fundindo o azul metálico ao verde esmeralda.
Juntos, céu e mar, misturam ternura e paixão,
compondo uma sinfonia terna e encantada.

Ao redor, as palmeiras alvoroçam comovidas.
Seixos aplaudem o enlace dos belos amantes.
A brisa deixa-se conduzir pela mágica sedução
dos dois amásios, companheiros e irmãos.

2 comentários sobre “O ENCONTRO DE CÉU E MAR

  1. Pedro Rui

    Supreendes-me sempre; o mar é uma das coisas mais belas do planeta com suas cores deslumbrantes. Realmente o mar e a areia são namoradeiras. Belo poema,parabéns, continua escrevendo.
    Lu um abraço
    Rui Sofia

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Rui

      Você me disse que mora pertinho do mar, aí em Porto.
      Que privilégio é contemplar tão grande beleza.
      A visão dela acalma nosso coração e também nos mostra o quanto somos pequenos diante da vida e, por isso, devemos cultivar sempre a nossa humildade.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *