O ERRO PODE SER UMA ALAVANCA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria do Dr. Telmo Diniz

alav

Ninguém gosta de cometer erros, a não ser que queira passar a vida como um completo fracassado. Erros são comuns e normais, mas não podem se tornar uma frequência. Claro que você pode cometê-los uma vez ou outra, mas se for capaz de aprender constantemente com os mesmos, eles podem impulsionar seu caminho pessoal e profissional. O erro é essencial para nosso autodesenvolvimento. Não desanime com a culpa ou fique arrependido. Faça uma análise de como pode aprender com eles. Evitar os erros a todo custo cria uma barreira psicológica para não assumir riscos. Se você passar a vida com medo de cometer um erro, irá passar a maior parte dela não fazendo nada, ou muito menos do que desejaria. Parafraseando Mario Quintana, “nascer é uma possibilidade, viver é um risco e envelhecer é um privilégio”.

Dando continuidade ao raciocínio, sempre que andamos para frente, entramos em contato com algo desconhecido. Portanto, passível de erro! O que ficou para trás foram os conhecimentos obtidos pela experiência da vivência de erros e acertos, e o que está à frente é totalmente desconhecido e desprovido de conceitos. Logo, não há como antever exatamente o que irá acontecer e que atitudes tomar em cada passo. É essencial seguir em frente, seja qual foi a conduta que tomou. Quanto mais responsabilidade você assume, maior probabilidade tem de cometer erros. Portanto, não perca tempo tentando justificá-los. Temos um instinto natural de tentar justificar nossas ações. Não faça isso! Corrija o que está desalinhado e siga em frente.

Já falei neste blog sobre a resiliência. Ter resiliência é possuir a capacidade de enfrentar, vencer e ser fortalecido ou transformado por experiências da adversidade. É a capacidade de se adaptar à nova realidade e se manter íntegro. Ser resiliente é ser capaz de superar a partir dos obstáculos. Então, veja o erro como um impulsionador. Como uma alavanca da vida. Veja no erro a sua chance de melhorar.

Nossas perdas trazem um medo iminente e até inconsciente. Ninguém quer perder saúde, pessoas amadas, posição social, confiança, etc. Quem vence recebe um status simbólico de sucesso, de perfeição, de êxito. Mas o que está por trás dos dramas, derrotas e desencontros existenciais é o que impulsiona o ser humano para o amadurecimento e para a evolução. Há aquela máxima de que vencer é importante, mas errar é humano. É preciso desmistificar as vitórias e as derrotas. Dar a cada uma sua devida importância para gerar o amadurecimento necessário. Quem não sabe lidar com frustrações e seus medos, acaba estagnando e realiza muito pouco.

Para finalizar, o escritor e filósofo Marquês de Maricá disse: “Os nossos maiores inimigos existem dentro de nós mesmos. São os nossos erros, vícios e paixões.”.

Nota: imagem copiada de edsonmelosintonia.blogspot.com

12 comentários sobre “O ERRO PODE SER UMA ALAVANCA

  1. Julmar Moreira

    Os acumuladores de energia (Baterias), a borracha industrial, a penicilina entre tantas outras descobertas, surgiram oriundas de erros cometidos em diversos experimentos. Como disse Mario Mendonça:
    “Só erra quem faz.”
    E acerta também!

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Ju
      Muito bem lembrado. E até mesmo o microondas que surgiu por acaso.
      Quem faz erra, mas sua chance de acerto é muito maior.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  2. Patricia

    Errar é humano. Burrice é persistir no mesmo. Nossa evolução depende de crescermos reconhecendo nossos erros e não errando mais.
    Beijos

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Pat

      Nossos erros devem servir de lição de vida para nós.
      Com eles aprendemos a buscar o equilíbrio em nossas ações.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  3. Pedro Rui

    Os problemas estão dentro de nós e os erros idem; não somos perfeitos, mas podemos aprender com os nossos erros,alavancar para a frente; ou aprendemos ou andamos sempre a dar cabeçadas. Como somos humanos é normal a gente errar aqui ou ali, é sinal que estamos vivos, mas devemos parar e refletir para não errarmos duas vezes, e aperfeiçoando-nos no que há de vir.
    Abraços Lu
    Rui Sofia

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Rui

      Temos que mudar o mundo a partir de nós mesmos.
      Ninguém muda ninguém, sem que a pessoa queira.
      Você está coberto de razão.
      A reflexão é o ponto fundamental de nossa vida.
      Se nos guiarmos por ela, teremos uma vida melhor.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  4. Sandra Aguiar

    “Se estamos vivos, há erros para cometermos”.
    Aprender com nossos erros, também acredito ser a grande sacada da vida. Nada de lamentação e bola pra frente.
    Abração,

    Sandra Aguiar

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Sandra

      Aprender com os erros é o mais valioso dos aprendizados.
      Duro é quando a pessoa não se emenda nunca.

      Beijos,

      Lu

      Responder
  5. Matê

    Lu,
    Faço minhas as palavras do Mário Mendonça. É errando que se aprende, e que se pode corrigir. Com a necessária humildade para admitir o erro.
    Abraços
    Matê

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Matê

      É verdade.
      Parece que só aprendemos quando algo nos faz sofrer.
      O erro, quando aceito, torna-se uma valiosa aprendisagem.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  6. Mário Mendonça

    Lu Dias
    Só erra quem faz. Um dos maiores problemas da humanidade é querer muitas vezes transferir os erros. Infelizmente, faz parte de nossa natureza imbecilizada de recorrermos a este expediente. Resiliência é para pouquíssimos, ainda ainda mais com a ansiosa evolução.
    Abração

    Mario Mendonça

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Mário

      É verdade, pois quem não faz apenas vive na omissão.
      Errar faz parte de nossa natureza humana e nos ensina a sermos mais humildes.
      Mas devemos sempre procurar aprender com nossos erros.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *