O HOMEM É A CABEÇA DA MULHER

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

cabeça

Mantém-te afastado do amor da mulher, pois sua beleza é lasciva e o seu corpo é um cemitério de luxúria. (Provérbio hebraico)

A história da mulher através dos tempos é de muita obediência acompanhada da depreciação de seu corpo físico. Ela foi sempre menosprezada por ter um corpo feminino e não masculino, a começar pelo fato de não ter cabeça, ou melhor, por essa parte de seu corpo só servir para transportar peso: lenha, água, gamelas com produtos agrícolas, entre outras coisas, enquanto ele seguia na frente, apreciando a paisagem, sem se importar com a mula descadeirada que seguia atrás. É possível encontrar uma série de provérbios que atestam isso. E mais triste é saber que, em pleno século XXI, muitas mulheres continuam como mulas de carga, em várias partes do mundo.

Nas culturas, onde a distância entre macho e fêmea humanos é acentuada, o corpo feminino ainda é visto como fonte de pecado, tendo o homem que ser muito previdente para não se deixar seduzir pela luxúria que dele emana. É por isso que, principalmente nas sociedades guiadas por extremistas religiosos, a mulher é obrigada a ocultar seu corpo, para que não venha a perturbar o espírito masculino, despertando-lhe o desejo, pois toda a fonte do mal está nela, que é sempre cheia de astúcia e pecaminosidade. Poderosa!

O engraçado nesta farsa é que a mulher, se seguir direitinho as leis do macho, ganhará a salvação. Se for dedicada e cumprir o papel de esposa obediente e temente a seu companheiro, poderá se tornar o corpo do marido, embora ele seja sempre a cabeça, pois é quem tem o cérebro, a parte mais importante da estrutura humana. O corpo é visto como inferior, porque é responsável pelas emoções e pelos impulsos não controláveis, enquanto a cabeça é superior, pois nela está a mente, a razão, a massa cinzenta, a inteligência. E ela, a dita, não possui nada disso. Mesmo o Cristianismo reza que o homem é a cabeça da família, alimentando o ego do macho. O Budismo foi talvez a religião mais liberal para com as mulheres.

Diz um provérbio holandês que “Uma mulher não tem cabeça.”, ou seja, ela não deve ter ideias próprias e, tampouco, vontades, pois isso é de competência do marido, ser supremo, responsável por todas as decisões da família. Para que seja considerada boa e digna de ser elogiada, a fêmea humana tem que se lembrar de que é acéfala, mula sem cabeça. Coitada! A obediência é que a torna uma companheira perfeita. Tanto é que a jovem que se julga dona de suas ações, e que só faz o que bem quer, está fadada a ficar solteira para sempre, uma vez que “Uma jovem com vontade própria nunca se casará.”. Que perigo!

Uma mulher virtuosa cobre sempre a cabeça, pois só assim será respeitada. A perniciosa, fonte de todo o mal, deve sempre abaixar os olhos diante de um homem, para não espalhar o desejo e a confusão, pois “A mulher é como uma cebola, deve sempre abaixar a cabeça.”. Se o homem é a cabeça, como poderia a pretensiosa também ambicionar tal posição uma vez que “Não pode haver duas cabeças sob o mesmo chapéu.”? Que se manque a fêmea!

O engraçado é que a mulher é também considerada o pescoço que segura a cabeça, logo, poderá girá-la para onde bem entender.  Por isso, o provérbio russo diz com muita sensatez que “O marido é a cabeça, a mulher é o pescoço; ela pode orientá-lo para onde quiser.”. E um provérbio inglês confirma que “O homem é a cabeça, mas é a mulher que a gira.”. Ainda bem que caíram na real!

Calminha, meu caro leitor. A mulher não deve se sentir vingada com o afago dos dois provérbios acima, pois, para acabar com a possibilidade de que ela possa ficar girando muito o pescoço, um provérbio inglês ensina que “Às jovens que assobiam e às galinhas que cacarejam convém cortar-lhes o pescoço.” E um provérbio alemão acaba por colocar a mulher no lugar que o machão julga ser o dela, ao dizer que “A mulher pode mandar no coração e na panela, mas o corpo e a cabeça pertencem ao homem.”. E ponto final. Haja petulância!

Fonte de pesquisa:
Nunca se case com uma mulher de pés grandes/ Mineke Schipper
Provérbios e ditos populares/ Pe. Paschoal Rangel

Nota: Imagem copiada de andancass.blogspot.com

2 comentários sobre “O HOMEM É A CABEÇA DA MULHER

  1. Edward Chaddad

    LuDias

    Este é um tema importante, principalmente agora que a sociedade começa a descobrir que a mulher existe e que, por sinal, é fundamental para a vida, máxime para a família.

    Na união conjugal somos parceiros. E, para isto demonstrar, quando nos pedem no comércio o CPF, eu digo a metade dos números e a Cidinha completa o restante (rsrsrs). Somos um único ser, respeitando e muito as nossas individualidades, sentimentos, pontos de vistas e gostos. Somos livres para ir onde queremos, sem que um possa impedir o outro, mas somos responsáveis para cultivarmos a confiança, a respeitabilidade e a força de nossa união.

    Há um ditado, no meu ver machista, que diz: “Por detrás de um grande homem, sempre existe uma grande mulher”. Aparentemente, o ditado está querendo elevar a mulher, porém, na verdade, esconde-a, porque não diz que ela é, o que faz, o que a torna também um ser humano grandioso. Penso que não existe nada disso. Somos diferentes e podemos nos completar, eis a grande receita para um bolo muito gostoso de se viver e deliciar-se ao longo da vida. Na receita não pode faltar o mais importante conteúdo: o amor. Se tivermos presente esta dádiva maravilhosa que Deus nos deu – o amor – com toda a certeza, seremos felizes e não haverá discussão sobre quem é mais importante ou quem manda ou quem faz ou quem é competente ou quem é inteligente. Quem é isto, quem é aquilo.

    E não é só. Há o sofrimento humano que todos atravessamos, seja o homem, seja a mulher – somos vítimas da vida – doenças físicas ou mentais, até problemas com nosso trabalho e familiares podem nos atingir. Quem irá segurar o barco? Ele pode ir a deriva, podemos nos perder no meio de daninhezas de nossa existência. E aí a bússola que nos guia sempre será o que mais nos une: o amor!

    No amor não há diferenças. No amor somos iguais. Estamos no mesmo barco, mesmo que ele esteja em um rio violento, a caminho de cair em um cachoeira turbulenta e que, fatalmente, irá nos levar para o fim. Até o último momento, estaremos juntos, unidos por este sentimento divino que é o amor. Somos, assim, apenas um berço fundamental de vida e que permite que a existência de uma família completa, unida, amorosa, deliciosa de viver juntos, fruto do amor.

    Li um texto maravilhoso sobre a história de Gecélia, mulher de Samuel, que mora em Recife. É do blog “Vida de Esposa”, que acho pode expressar muito melhor do que tudo o que tentei me expressar. Esta história, LuDias, é maravilhosa:

    http://www.vidadeesposa.com.br/2012/09/por-tras-de-uma-grande-mulher-sempre-existe-um-grande-homem/

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Ed
      O preconceito contra a mulher já vem de priscas eras.
      Trata-se de uma atitude atrasada que no Ocidente vem sendo cada vez mais legada ao passado. O mais triste é saber que foram as religiões as responsáveis por fomentar tal separação.

      Você, no seu brilhante comentário, dá-nos uma lição de vida. E, com muita propriedade diz:

      “No amor não há diferenças. No amor somos iguais. Estamos no mesmo barco, mesmo que ele esteja em um rio violento, a caminho de cair em um cachoeira turbulenta e que, fatalmente, irá nos levar para o fim. Até o último momento, estaremos juntos, unidos por este sentimento divino que é o amor. Somos, assim, apenas um berço fundamental de vida e que permite que a existência de uma família completa, unida, amorosa, deliciosa de viver juntos, fruto do amor.”

      Muito coerente e lindo!

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *