O MENINO E A FLORESTA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de Hely Pamplona

menino

Encontrei Edimundinho, garoto de oito anos, na comunidade de Mocoons, na Ilha de Marajó. Sua mãe foi para a cidade trabalhar como doméstica e ele passou a ser criado pelos avós, coisa muito comum no Norte do país. Os pais partem em busca de serviço nas grandes cidades, enquanto os filhos ficam sob os cuidados dos avós ou parentes idosos, esperando que da cidade chegue ajuda para a família de parcos recursos.

A vida do garoto consiste em brincadeiras nos rios, montar búfalos mansos ou cavalos típicos da Ilha de Marajó. Também ajuda o avô na caça e na pesca. Devido o calor da região, traz sempre o tronco descoberto.

Da porta de sua habitação tosca de madeira, o garoto observa a relva verde e a floresta mais adiante. Em que estaria pensando Edimundinho?

Nota: Foto do autor
Contato: helypamplona@hotmail.com

5 comentários sobre “O MENINO E A FLORESTA

  1. Carlos A. Pimentel

    Hely,

    Talvez o menino esteja tentando entender o porquê de o pasto aumentar pela ação do homem e a floresta nativa encolher!

    Parabéns pela escolha da foto e texto.

    Abraços,

    Beto

    Responder
  2. Rosalí Amaral

    Hely,

    Me atrevo a imaginar que o menino pensa nos saudosos pais, em ser alguém um dia e assim poder alçar vôos bem altos, ou quem sabe, num presentinho que os pais poderiam
    enviar. Sua foto parece um lindo quadro. Parabéns.

    Abraço,
    Rosalí.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Rose

      O Hely é realmente um caboclo amazonense, pois vive sempre retratando a Floresta, e some por meses a fio.
      Além do mais é muito tímido.

      Mas lê todos os comentários, sempre que retorna à cidade.

      Beijos,

      Lu

      Responder
  3. LuDiasBH Autor do post

    Hely

    Também imagino que Edimundinho, ao crescer, haverá de partir e deixar toda a belezura de sua floresta e rios.

    Foto linda!

    Abraços,

    Lu

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *