O VÍRUS DA ARTE & CIA. AGRADECE

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

                                                     – Desculpe-me senhor, (onde fica) o trem para um mundo melhor?

Caros amigos leitores

Agradeço a companhia de vocês durante este ano que ora finda. Será um grande prazer continuar contando com a presença de todos em 2018. Para homenageá-los, lanço mão das sábias palavras do escritor Eça de Queiroz:

“Há no mundo uma raça de homens com instintos sagrados e luminosos, com divinas bondades do coração, com uma inteligência serena e lúcida, com dedicações profundas, cheias de amor pelo trabalho e de adoração pelo bem, que sofrem, que se lamentam em vão.

Estes homens são o povo.
Estes homens estão sob o peso do calor e do Sol, transidos pelas chuvas, roídos do frio, descalços, mal nutridos; lavram a terra, revolvem-na, gastam a sua vida, a sua força, para criar o pão, o alimento de todos.
Estes são o povo, e são os que nos alimentam.
Estes homens vivem nas fábricas, pálidos, doentes, sem família, sem doces noites, sem um olhar amigo que os console, sem ter repouso do corpo e a expansão da alma, e fabricam o linho, o pano, a seda, os estofos.
Estes homens são o povo, e são os que nos vestem.
Estes homens vivem debaixo das minas, sem o Sol e as doçuras consoladoras da Natureza, respirando mal, comendo pouco, sempre na véspera da morte, rotos, sujos, curvados, e extraem o metal, o minério, o cobre, o ferro, e toda a matéria das indústrias.
Estes homens são o povo, e são os que nos enriquecem.
Estes homens, nos tempos de lutas e de crises, tomam as velhas armas da pátria, e vão, dormindo mal, com marchas terríveis, à neve, à chuva, ao frio, nos calores pesados, combater e morrer longe dos filhos e das mães, sem ventura, esquecidos, para que nós conservemos o nosso descanso opulento.
Estes homens são o povo, e são os que nos defendem.
Estes homens formam as equipagens dos navios, são lenhadores, guardadores de gado, servos mal retribuídos e desprezados.
Estes homens são os que nos servem.

E o mundo oficial, opulento, soberano, o que faz a estes homens que o vestem, que o alimentam, que o enriquecem, que o defendem, que o servem?

Primeiro, despreza-os; não pensa neles, não vela por eles, trata-os come se tratam os bois, deixa-lhes apenas uma pequena porção dos seus trabalhos dolorosos; não lhes melhora a sorte, cerca-os de obstáculos e de dificuldades; forma-lhes ao redor uma servidão que os prende e uma miséria que os esmaga, não lhes dá proteção, e, terrível coisa, não os instrui: deixa-lhes morrer a alma.

É por isso que os que têm coração e alma, e amam a justiça, devem lutar e combater pelo povo.
E ainda que não sejam escutados, tem na amizade dele uma consolação suprema.”

Nota: imagem copiada do Instagram de Sílvia Jacobucci.

38 comentários sobre “O VÍRUS DA ARTE & CIA. AGRADECE

  1. Rosa

    Oi, Lu,

    um Feliz 2018 atrasado para você. Talvez nem tão atrasado, porque, dizem os místicos, o ano começa agora, com o signo de Áries… rs, então está valendo.

    Lu, eu também quero agradecer a você por manter este espaço para todos nós que temos angústias e ansiedades em relação à nossa saúde psicológica. Nós podemos trocar informações e nos amparar e ajudar a partir deste site Vírus da Arte.

    No ano passado parei de tomar a medicação, depois que consegui viajar para a Europa e ficar bem. Às vezes acho que foi um erro, porque com o envelhecimento cada vez maior da minha mãe, com quem eu moro, voltei a ter sintomas de ansiedade fortes, angústia e um pouco de depressão, fiquei preocupada e procurei o médico que me passou Escilex. Estou tomando, mas devo dizer que é bem complicado voltar a tomar medicação, os efeitos são bem difíceis, dá vontade de desistir, mas ao mesmo tempo, também dá medo do pânico voltar com força, então vamos em frente com a medicação. Este ano quero viajar outra vez, mas a incerteza voltou: será que eu aguento uma viagem longa, já que tenho pouca vitalidade?

    Grande abraço a todos e obrigada.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Rosa

      Todo dia é Ano Novo para a nossa vida que continua, sendo os votos sempre recebidos com muita alegria.Obrigada!

      Amiguinha, mais uma vez voltamos à mesma tecla: nunca parar a medicação sem o aconselhamento médico, pois os transtornos mentais, em sua maioria, tendem a se repetir. Somem por um bom tempo e, eis que um dia, estão de volta como uma visita indesejável. Ainda não se chegou a um medicamento que realmente ponha um fim permanente nos tais, mas a Ciência está caminhando em busca disso.

      A lida com sua mãe idosa não é o X da questão, apenas faz aflorar um problema que já traz consigo, o que mostra que necessita de estar medicada para aguentar todos os reveses com equilíbrio. É certo que voltar a tomar a medicação é difícil, pois o organismo, a cada retorno, vai se tornando mais resistente aos antidepressivos. Desistir seria pior ainda, pois além de ter que lidar com o desconforto mental, teria que lutar com crises cada vez mais fortes. Não tenha dúvidas de que isso acontecerá.

      Você poderá correr o mundo, menina, desde que esteja seguindo as orientações médicas. Não há porque se preocupar com isso, pois já viveu tal experiência e sabe que é capaz. Logo estará pronta para cruzar fronteiras.

      Um grande abraço,

      Lu

      Responder
  2. Ana Maria

    Lu, querida!

    Só tenho o que lhe agradecer. Meu ano de 2017 foi menos pesado e sofrido graças à este cantinho maravilhoso. A solidão e o medo eram os maiores sentimentos que eu enfrentava na luta contra os meus problemas psicológicos. Aqui encontrei consolo, informação, aconchego, alento e forças para ajudar ao próximo. Muito obrigada por ser essa pessoa tão atenciosa e carinhosa. Que Deus te ilumine sempre. Ser POP virou meu lema!

    Abraços!

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Ana Maria

      Eu me sinto muito feliz ao saber que já se encontra bem melhor. Realmente o nosso cantinho é uma maravilha para todos nós. Todos vocês também me fazem muito bem, pois são pessoas maravilhosas. O progresso de cada um aqui me deixa muito contente, pois partilhamos tudo. A vitória é de todos nós.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  3. Adevaldo Rodrigues

    Lu,

    Eu é que agradeço pelo carinho especial dedicado e pelos excelentes textos do Vírus da Arte, que nos proporciona leituras cultas, educativas e prazerosas. Desejo-lhe mais um ano de sucesso junto ao blog.

    Abraços,

    Devas

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Devas

      Muito obrigada! É sempre bom saber que poderei contar com a sua presença querida.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  4. José Elias

    Lu,

    Agradeço a você por me incluir entre os que se beneficiam do seu trabalho. Neste momento, minhas palavras são de agradecimento.

    José Elias

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      José Elias

      Sou eu quem agradece por ter um leitor tão generoso como você. Muito obrigada por seu carinho e atenção.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  5. Rodolpho Caniato Autor do post

    Caríssima LU,

    Li e reli tanto sua mensagem quanto seu trabalho sobre a “Jangada da Medusa” de Gericault. A primeira por ser uma mensagem pessoal extremamente simpática e por “confessar” um mal a que todos estamos sujeitos: um mundo turbulento e violento.

    Grande abraço.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Prof. Caniato

      O senhor é sempre muito especial. Aproveito para agradecer a sua participação neste espaço tanto como colaborador quanto leitor.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  6. Elaine Autor do post

    Lu

    Primeiramente desejo a você um ano repleto de realizações!

    Acredito que não deve se lembrar de mim, mas você me ajudou muito em um momento difícil. Após a última crise criei um grupo de apoio a mulheres e temos uma que está com o marido em crise e ela tem dificuldade de compreender as oscilações de humor. Você teria alguns textos que auxiliasse?

    Desde já agradeço sua atenção!

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Elaine

      Posso não me lembrar de você, pois são inúmeras as pessoas que buscam o nosso espaço, mas os seus comentários estão todos aqui, guardadinhos.

      Vou lhe passar alguns textos via e-mail.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  7. Paulo Valença

    Lu
    Ah, precisamos acreditar num amanhã diferente, novo, no qual a realidade social seja outra, onde o ser humano tenha o seu merecido valor de ontem, hoje e… Para sempre!

    Excelente artigo do grande Eça de Queiroz!

    Amiga, que você e família em 2018, trilhem os caminhos que os conduza à realização dos sonhos.

    Abraços,
    Paulo Valença.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Paulo

      O meu sonho é viver um país mais equânime e humano. Está difícil aguentar esses canalhas que maltratam o Brasil e seu povo. Até quando, amiguinho?

      Abraços,

      Lu

      Responder
  8. Celina Telma Hohmann

    Lu

    Um luxo encontrar texto tão perfeito para a nossa realidade, escrito com tamanha confiança e sabedoria por um grande escritor, tendo passado pela política, e daí, deve ter visto tanto, que esse texto valerá sempre para todas as sociedades que o procederam e ainda virão. “…E o mundo oficial, opulento, soberano, o que faz a estes homens que o vestem, que o alimentam, que o enriquecem, que o defendem, que o servem?…” Nada! Tal qual hoje…

    Lu(zinha), que 2018 a mantenha com o coração doce dos que não se cansam de dar sempre conselhos, mesmo que por infinitas vezes os mesmos conselhos. Doce paciência e doação plena! “…Coisas dos que têm coração e alma, e amam a justiça, devem lutar e combater pelo povo.
    E ainda que não sejam escutados, tem na amizade dele uma consolação suprema..” Ei-la!

    Um ano dando seus primeiros passos e que levem-nos a um caminho mais confiável. Mantenha em seus 365 dias a esperança, o destemor, posto que somos povo, mas enquanto povo somos os que construímos, cada um com seu tempero peculiar. Que sua vida e a dos seus, seja temperada com o toque correto e seu novo ano tenha sabor de doce que agrada até os que não gostam do doce, o que duvido, pois doce é doce e pronto! Então, muito doce em sua vida! E nos presenteie sempre e sempre com suas respostas e carinhos!

    Feliz 2018, menina dos dedos de luz! Beijão!

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Miss Celi

      Contando com pessoas extremamente humanas e sábias como você, sei que, juntas, haveremos de elevar bem alto o nosso grito em prol de um país melhor e, sobretudo, mais humano. Sei que não posso mudar os caminhos de outros países, mas os do meu tenho a obrigação de tentar, ainda que nada consiga, pois nada há de mais nojento e podre do que o título de “omisso”.

      Ficam, porém, de consolo, em caso de insucesso, as palavras de Eça de Queiroz:

      “…Coisas dos que têm coração e alma, e amam a justiça, devem lutar e combater pelo povo.
      E ainda que não sejam escutados, tem na amizade dele uma consolação suprema..”

      Meu abraço,

      Lu

      Responder
  9. Carlos A Pimentel

    Lu,

    No Brasil atual o termo “Representantes do Povo” é só uma expressão vazia. Aqueles que nos governam só pensam e trabalham em causa própria – de todos os partidos, sem exceção. Egoístas e psicopatas. Quantos já leram a Obra de Eça de Queirós? Um deles – milionário – declara o “orgulho” de nunca ter lido um livro. Enriquecer não seria o problema se o fosse em função do trabalho honesto e da meritocracia. O problema é o enriquecimento através da corrupção e/ou da exploração da boa fé de parte da população. A verdadeira luta dos bons a favor do povo passa pelos combate à corrupção, que tem sonegado o direito de muitos à educação, à saúde e à igualdade de oportunidades. Outros meios de distribuição de renda, em diferentes regimes e ideologias, infelizmente falharam e tem falhado.

    Um feliz e próspero 2018!

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Carlos

      O que me deixa perplexa é a falta de reflexão desses canalhas que dizem governar em nome do povo, como se não tivessem um mínimo de compreensão quanto à efemeridade da vida. Tudo que obtemos nos é apenas emprestado, pois nossa vida é muito efêmera. E olhe que nem professo religião alguma. Para que tanto, se irão usufruir de uma mínima parte. Diz Gandhi que aquilo que sobra em nosso prato está fazendo falta no de outro ser humano. Para mim, em minha acanhada sabedoria, o equilíbrio é o grande caminho. Todo o resto é ganância e arrogância.

      Concordo consigo no seu belo comentário. É isso que são: “Egoístas e psicopatas.”.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  10. Rosana de Almeida Silva

    Oi, Lu,
    desejo que você tenha muita saúde, paz, alegria e sabedoria para continuar com este lindo projeto.

    Feliz 2018!

    Responder
  11. Geralda Ávila

    Querida Lu

    Sempre é bom lembrar e refletir que “os homens bons são o Povo” e refletir sobre nossos privilégios. Eça de Queiroz, atualíssimo, sobretudo neste momento tão complicado que vivemos. Mas podemos reconhecer, refletir e alterar o itinerário desse trem para um mundo melhor. Gratidão a você, querida, por nos guiar nessas reflexões tão necessárias.

    Bom Ano Todo Sempre!

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Geralda

      Verdadeiramente estamos vivendo momentos difíceis em nosso país, quando os valores éticos foram jogados no lixo até mesmo pelo poder Judiciário. E, como sempre, é o povo a grande vítima, pois fica sempre à margem do capitalismo selvagem, cujo único objetivo é o lucro a qualquer preço. Resta a nós, ainda portadores de sensibilidade em relação ao trato social, como bem o diz, “… refletir e alterar o itinerário desse trem para um mundo melhor”, para que nossas crianças não precisem perguntar por ele, como a da ilustração.

      Amiga, sou eu quem lhe é grata por participar desta caminhada proposta por este espaço.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  12. Yudd Autor do post

    Minha amada Lu,

    Que você e toda a sua família tenham um excelente 2018.
    Ao que me parece este é o ANO.

    Yudd

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Yudd

      Agradeço o seu carinho e atenção. É sempre bom saber que existem amigos como você, ainda que virtuais, pois vocês fazem toda a diferença.

      Retribuo os votos de Ano Novo, desando-lhe muita paz, serenidade, saúde e sabedoria.

      Abraços,

      Lu

      Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Danilo

      E a minha gratidão por sempre visitar as páginas deste cantinho. É sempre um prazer tê-lo aqui.

      Abraços,

      Lu

      Responder
      1. Paulo Sousa Lima

        Lu
        Meus cumprimentos pela instrutiva página. Que o Ano Novo lhe traga muita energia para manter esse digno esforço.

        Responder
        1. LuDiasBH Autor do post

          Paulo

          Muito obrigada por sua atenção e carinho. Este site é, sobretudo, o reflexo da importância dos meus leitores para mim. Vocês merecem sempre o melhor.

          Agradeço os votos de Ano Novo, desejando-lhe saúde, paz e muita realização em 2018.

          Abraços,

          Lu

  13. Edward Chaddad

    Lu Dias

    Eu que lhe agradeço por manter esta página voltada para a cultura, conhecimento e sabedoria. Somos, por vezes participantes, noutras fazendo nossos comentários e muitas vezes lendo, mas estamos aqui presentes, porque reconhecemos que esta é uma das melhores páginas, voltadas para a melhoria de nossa cultura, arte e educação.

    O texto de Eça de Queiroz – ainda do século XIX – parece ter sido feito ainda para nosso século, passado quase duzentos anos de seu nascimento. Suas palavras estão dentro de nossos corações, diante, hoje, de um momento brasileiro lamentável, onde as diferenças sociais, ressaltadas por Eçá, mostram-se vivas e, infelizmente, atuais, como se este mundo incorreto nunca possa ser mudado, malgrado termos passado por duas grandes guerras mundiais, causadas por interesses econômicos.

    O meu desejo, no virar deste ano, é que uma nova página comece a ser escrita, onde a principal riqueza seja o amor, intenso amor à vida e ao próximo, com muita solidariedade, compaixão. Que os homens entendam que a verdadeira riqueza não são os bens materiais, mas acima de tudo os valores humanos, tão bem demonstrados por Eça de Queiróz, neste texto.

    Feliz Ano Novo para você e toda a sua família maravilhosa!

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Edward

      É sempre um grande prazer contar com a sua experiência e participação quer como leitor quer como colaborador. Você é uma pessoa maravilhosa, de uma generosidade ímpar. É uma pena que este país tenha poucos homens de seu naipe, pois, sem dúvida, seria bem melhor. Também lhe desejo, ao lado da Cidinha Dix e filhos, um 2018 pleno de coisas boas e também almejo que tenhamos um país mais humano, onde as desigualdades não sejam tão brutais.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  14. Matê

    Lu
    Palavras atualíssimas! Palmas para o autor! Para você, desejo um Ano Novo em que as coisas sejam melhores para todos.
    Beijos

    Matê

    Responder
  15. Terezinha Pereira

    Lu
    Que bonito! Palavras muito bem catadas. Que 2018 seja para você um ano todo bom.
    Beijo,

    Terezinha

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      TT

      Muito obrigada! Desejo o mesmo para você, principalmente que dê vida a muitos livros.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *