OS SUFIS OU SUFISTAS

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

dance     dance I

O emprego da música para obtenção de algo espiritual e para a cura da alma era comum nos tempos antigos. ( Hazrat Inayat Khan)

O sufismo é uma tradição mística que floresceu no contexto cultural do Islã, mas suas raízes antecedem a formação da religião muçulmana, e seu desenvolvimento transcende as formas puramente islâmicas. (Sérgio Rizek)

É comum encontrar um grupo de sufistas dançando pelas estradas, em países onde não é perseguido, alguns com roupas brancas e outros com coloridas, fazendo movimentos de grande beleza. Mas quem são essas pessoas tão concentradas e desligadas do mundo exterior?

O sufismo trata-se de uma ala mística e contemplativa do Islã, que acredita não ser necessária uma crença onde se apegar, sendo necessário apenas procurar desenvolver uma qualidade de viver e de ser, pois ao buscar o desenvolvimento, o indivíduo desvenda um maravilhoso mundo de mistérios que existe em si e em toda a criação. Reza também, que o conhecimento real, que toda pessoa deve buscar, não está simplesmente num conjunto de crenças e dogmas, mas sim na busca por sua essência e pelo significado da própria vida.

Os seguidores desta corrente são chamados de sufistas ou sufis. Segundo eles, ao praticar os cânticos, música e danças, entram em sintonia direta e permanente com Deus, prática inaceitável por outras correntes do Islã. Por isso, o sufismo foi perseguido por muçulmanos ao longo da história, como se fosse uma heresia. Mesmo nos dias de hoje, o sufismo é praticado às ocultas nos países essencialmente muçulmanos, enquanto na Índia, na Turquia e nos países ocidentais, tal filosofia é praticada livremente por pequenos grupos.

A filosofia sufista busca o autoconhecimento e o contato direto com o divino. Para os seguidores de tal corrente, Deus é um ser transbordante de amor, podendo as pessoas se conectarem com Ele através de uma relação mística, qualquer que seja a religião que pratiquem. “Estar no mundo, mas não ser dele” é a filosofia básica do sufismo. Trata-se de uma experiência direta entre o homem e Deus. O primeiro deve se isentar da cupidez, do desejo intenso por algo ou alguém, da altivez intelectual, da obediência cega e do respeitoso amor às pessoas de posição social mais alta.

O objetivo básico do sufismo é o de prover ao ser humano, um caminho real e bastante abrangente de crescimento e desenvolvimento de suas potencialidades, buscando conduzir o ser humano de volta à sua dimensão de perfeição, fim último de qualquer caminho místico verdadeiro. (www.imagomundi.com.br)

Fontes de Pesquisa:
http://www.universomistico.org/s/conhecimento/sufismo.html

Nota: Imagens copiadas de www.rnw.nl e minesbastos.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *