Pieter de Hooch – ARMÁRIO DE ROUPA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH 

arro

A composição Armário de Roupa é uma obra do pintor Pieter de Hooch (1629-1684), tido como um dos mais importantes pintores holandeses de cenas de interior. Foi aluno do pintor paisagista Nicolaes Berchem. Inicialmente, o artista trabalhou com cenas de estalagens e casernas, depois se deixou inspirar pelas obras de Jan Vermeer e Carel Fabrizius, passando a criar cenas de pátio e interiores, retratando a vida da burguesia da época. Inspirado pela arte francesa, mudou seu estilo, passando a pintar grupos sociais elegantes, em suntuosos salões.

Em seu quadro acima, com desenho e acabamento perfeitos e com o primeiro plano em sombra, o artista apresenta duas mulheres, em frente a um armário aberto, e uma criança. Todas as três figuras estão muito bem vestidas. A mulher, trajando saia vermelha e casaco preto com acabamento em pele, recolhe das mãos da outra lençóis (ou fronhas) passados a ferro, para guardá-los no armário de carvalho com incrustações em ébano. Um grande cesto de vime e um tabuleiro encontram-se atrás das duas. Suas saias amarradas mostram que estão fazendo tarefas domésticas, e esse é um jeito de mantê-las limpas.

Uma criança, provavelmente filho da senhora, encontra-se junto à porta. Ela joga “Kolf” (o antepassado do golfe), o que leva a crer que seja do sexo masculino, apesar da roupa parcida com a de uma menina, para os nossos dias, mas comum à época. Além disso, a criança também usa uma gola típica de um menino, com cantos quadrados.

Através da porta aberta descortina-se outra sala e também a rua, aparecendo parte de outra casa iluminada pela luz do dia. Os ladrilhos diferentes, de uma sala para a outra, reforçam a profundidade da perspectiva na segunda sala. Na parede estão dois quadros, sendo o primeiro, com moldura preta, uma paisagem. Uma estatueta de Perseu encontra-se sobre a parte horizontal da coluna que ornamenta a porta. Uma escada em caracol leva ao andar de  cima, e uma cadeira com uma almofada está próxima a ela. Chama a atenção a luz que se projeta em parte das paredes da escada, entrando por uma janela à esquerda.

Obs.: Na Holanda do século XVII, os meninos usavam saia até a idade de seis anos, o que dificulta saber se a criança retratada era um menino ou uma menina.

Ficha técnica
Ano: c. 1663
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 72x 77,5 cm
Localização: Rijksmuseum, Amsterdam, Holanda

Fontes de pesquisa
A Enciclopédia dos Museus/ Mirador
1000 obras-primas da pintura europeia/ Könemann

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *