PORQUE O QUERO-QUERO TEM ESTE NOME

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

quero

Contavam os antigos, viventes de priscas eras, que, quando Maria e José fugiam dos soldados de Herodes, que andavam no encalço do casal para matar o Menino Jesus, os dois procuravam passara parte do dia nas grutas das montanhas, e viajar durante a noite, para fugir da perseguição.

O burrinho, companheiro de jornada do casal, não urrava, procurando fazer sua marcha silenciosamente. E mesmo os animais, encontrados pelo caminho, pareciam paralisados, sem emitir qualquer ruído, à passagem da santa família, de modo a protegê-la de seus perseguidores. Até as árvores deixavam de balançar suas folhas para não fazer barulho. Contudo, o quero-quero, também conhecido como tetéu, terém-terém e espanta-boiada, pareceu não se comover com o sofrimento do santo casal, que carregava sua preciosa carga. Por todo lado, onde se encontrava a ave, era possível ouvir o alarido de sua voz dizendo: quero, quero!

Como castigo pelo seu mau procedimento, o pássaro passou a não ter descanso, sempre alertando sobre sua presença, onde quer que esteja. Seu grito é repetido inúmeras vezes, tanto ao dia quanto à noite, até os dias de hoje: quero, quero!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *