QUE VÁ ÀS FAVAS!

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH ayaus1

Pago na mesma moeda a afronta,
quando a mim ela vier endereçada.
Bateu? Levou! Na mesma medida.
Chega de  posar de educada.

Talvez eu peça desculpas ao tal,
pelo arrojo do meu verbo rasgado.
O bom é não deixar mais o agravo
no peito indefeso, estagnado.

E, se o dito culpado pela empáfia e
pelos golpes contra mim desferidos
virar-me as costas com vil desprezo,
digo-lhe na cara: Que vá às favas!

Ora, já levei muitos tombos na vida,
para me curvar a qualquer vontade.
Estou vacinada contra os grosseiros,
e tão gélida quanto a Antártida.

Bateu? Levou! Que vá às favas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *