QUEM QUER COMPRAR JACARÉ?

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

jacare

Com a enchente, a cidade de Araçandi também ficou inundada de jacaré. Alguns diziam que os bichos vieram na correnteza, outros que foram soltos pelos rivais do prefeito, e mais outros que eram uma praga contra a sem-vergonhice que imperava no lugar. Contudo, Jurandi Sabença, considerado a cabeça pensante da cidadezinha, desenhava com um arame no chão, mostrando como os répteis vieram do rio Nilo até o rio Jequitinhonha. As crianças preferiam a última explicação, pois falava de faraós, múmias e deuses de cabeça de pássaros, acompanhando com os olhos esbugalhados o trajeto dos jacarés até o lugar em que viviam.

O negócio rendoso na cidade passou a ser a venda de carne de jacaré. Como a oferta era maior do que a procura, o produto passou a ser vendido em outras freguesias. E foi assim que um carregamento de carne chegou a São Cipriano dos Montes. O comprador local escolheu cinco molecotes, botou-lhes na cabeça uma gamela com aquela carne branca e os espalhou pelos quatro cantos da cidade, dizendo que não queria um naco de volta, e que só deviam aparecer quando a gamela estivesse vazia.

Quando Titico Barrigudo chegou do rio, onde pescava, e tomou conhecimento de que seus amigos haviam arranjado um emprego, bateu na porta de Tião Mulamansa, dizendo que também queria vender carne de jacaré. Como ainda havia um pedaço que ele havia tirado para o consumo próprio, resolveu enviar o menino para vendê-la a certo desafeto na política, por quem nutria visível gana. E, como o moleque fosse relativamente novo na cidade, pois viera da roça há cerca de dois meses, foi necessário traçar-lhe o itinerário do futuro freguês, dizendo-lhe que ele era doidinho por aquela carne branca.

Titico Barrigudo chegou à porta de seu Bita e gritou três vezes, insistentemente:

– O senhor quer comprar carne de Jacaré?

Lá de dentro o homem respondeu:

– Quero, sim, moleque, traga aqui a gamela. Vou comprar tudinho.

Mal o guri entrou, o homem tirou a chave da porta, mandou-o botar a gamela no chão e desceu o corrião no lombo do coitado, num lept-lept sem parar. Daí a pouco entrou a mulher do dito com uma vassoura e complementou a surra. Por sua vez, a empregada da casa impedia-o de pular a janela. Só depois de muito apanhar e sem ao menos tomar conhecimento do motivo, é que Titico Barrigudo foi jogado porta afora com gamela e tudo. Enquanto isso, no boteco de frente, junto a um grupo de homens, seu empregador ria tanto que chegava a balançar a graúda pança. Mas ao ver as marcas das lambadas no corpo do menino, cada um dos presentes deu-lhe uns trocados e o malvado patrão ainda lhe deu o pedaço de carne lambuzado de terra.

Só à tardinha, quando Nezinho Gato chegou com a gamela vazia, é que Titico Barrigudo ficou sabendo o porquê da surra. Espavorido seu colega lhe contou:

– Moço, você está doído de ter ido na porta do homem, pois o apelido de seu Bita, colocado pelos adversários, é Bita Boca de Jacaré. E ele é marrento com esse nome. Já deu até tiro de cartucheira. Você deu foi sorte de ter saído de lá com vida.

Titico Barrigudo contou os trocados que ganhara e chegou à conclusão de que compensaram a surra. E assim é a vida, cada um contabiliza seus ganhos e perdas, como o pobre moleque, e vai remando para a frente, com jacaré e tudo.

Nota: imagem copiada de akipranos.blogspot.com

4 comentários sobre “QUEM QUER COMPRAR JACARÉ?

  1. Adevaldo Rodrigues de Souza

    LU,
    Esse Jurnadi Sabença é dos bons. O Nilo está próximo do rio Jequitinhonha como a África está perto do rio Norte. Digo isso, porque alguns anos atrás, um cidadão daquela região disse-me que os bagres africanos chegaram ao rio Umburanas através do rio Norte, rolando 18 km por terra. Eu lhe disse que ele tinha razão, pois os bagres do rio Norte vieram do Grande Lago Africano, chegaram ao rio Norte via rio Alcobaça, depois de nadar todo o oceano Atlântico.
    Abraços,

    Devas

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Devas

      E se os bagres africanos tiverem descoberto a técnica do teletransporte? Pode ser que eles pertençam a uma civilização bem mais avançada do que a nossa. Se o sujeito falou, é porque ele sabe das coisas. Além do mais, o oceano Atlântico é um laguinho besta… risos.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  2. Manoel Matos

    Lu

    Eu também fico com a explicação de Jurandi Sabença, pois do Nilo até o rio Jequitinhonha é um pulo… risos. Adorei o causo.

    Abraços

    Nel

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Nel

      Existem pessoas assim, como o Sabença, que têm as suas próprias explicações para tudo.
      Elas criam a sua própria realidade, e seguem adiante…

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *