RAPUNZEL ERA UMA PERIGUETE

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

rapun

Os infortúnios de Rapunzel começaram quando sua mãe desejou comer frutos de terra alheia, com a desculpa de estar grávida. Desculpa essa que ainda zanza na cabeça de mulheres tolas, tentando atestar o amor de seus maridos. E olhe que a mãe de Rapun não ficou contente em comer só uma vez do fruto roubado, bem ao contrário de Eva no Paraíso. Fez com que o coitado de seu homem pulasse o muro numa segunda e terceira vezes. Ao ser pego pela bruxonilda e julgado como ladrão, ele não teve saída.

É fato que o ladravaz implorou por misericórdia. Deveria ter pensado nisso antes de roubar o quintal alheio. Agora o mal estava feito. E, como não havia juizado de menores nas bandas de lá, teve que entregar a filha à megera em troca da bizarra e inútil pilhagem. O casal patético nem teve tempo de dar nome ao bebê. A velha má levou-o no mesmo dia de seu nascimento, dando-lhe o nome da planta roubada: Rapunzel. Planta essa nunca vista em nenhuma outra parte do mundo, o que me leva a crer que essa história está mal contada. Existe algo de mais profundo neste lodaçal.

Rapunzel, ao alcançar os seus 12 anos, foi trancafiada numa torre muito alta, de onde não poderia fugir. Acho que a idade com que foi para a prisão tem a ver com seu período menstrual ou, como queiram alguns, com a época em que se tornou mulher, como se toda menina nascesse hermafrodita e basta sangrar para virar mulher. E, para que a malvada tivesse acesso ao quartinho na torre, Rapunzel jogava-lhe as tranças. Fato que me deixa perplexa, se olhado sob a luz da razão. Como poderia a cabeleira de Rapun ter crescido tanto, em tão pouco tempo? Existe cabeça de prego neste angu.

Depois vem o blábláblá do príncipe, que estava andando por aquelas paragens e ouviu a voz da mocinha e, sem saber como ter acesso a ela, ficou de butuca atrás de uma árvore, até ver a velha feiticeira fazendo parkour, como a mais ousada das traceurs. Ele fez o mesmo, assim que a muxiba partiu. Pelo visto, Rapunzel não diferia entre voz feminina e masculina, pois poderia ser um homem mau que lhe haveria de comer o fígado e outras coisitas mais.

É fato que o príncipe pediu a garota em casamento, apesar de ter os cabelos cheirando a bucho de bode, já que não dava conta de lavá-los e tampouco havia água encanada na torre. A velha jabiraca não iria subir levando tonéis de água para sua desafeta. A verdade é que a moça não tomava banho. O Prince tapou o nariz e se deixou encantar pela voz e outros elementos da moçoila. E passou a vir toda noite com a desculpa de trazer lã para Rapun tecer uma escada. É aí que mora o perigo.

Teria Rapunzel sucumbido aos braços de seu salvador, ou teria ele negado qualquer cio por não aguentar o mau cheiro das tranças? Não sejam tolos, caros leitores. O príncipe fornicou ali mesmo na torre, com bodum e tudo, antes mesmo do casório. E foi esse o azar da outrora donzela, ao contar para a bruaca que o vestido apertava-a na cintura. A não mais virgínea era esperta em algumas coisas e babaca em outras. E ainda lhe perguntou por que era mais fácil levantar o príncipe do que ela.

A bruxa então cortou as madeixas de Rapunzel e lhe lançou um feitiço, para que ela vivesse no deserto, passando pelas mais prementes necessidades. Colocou as traças da moça nos ganchos e esperou que o moçoilo subisse, sendo o infeliz posteriormente empurrado pela bruxa, lá de cima. Resultado: o príncipe caiu numa touceira de espinho e acabou ficando todo espetado e cego. Rapun passou a vagar por terras desérticas com suas crianças gêmeas, conforme maldição prescrita pela mandingueira. Um dia, o mancebo ouviu seu canto e a encontrou. Chorou ele e chorou ela. As lágrimas de Rapun caíram sobre os olhos do príncipe curando-o de sua cegueira. E foram felizes para sempre.

Eu só não entendo qual foi a causa que levou a bruxa a aprisionar a menina assim que ela completou 12 anos, idade em que já lhe poderia ser útil. E por que corria o risco de morrer, tendo que subir por seus cabelos ensebados? Por que não usou a vassoura, transporte muito mais seguro e ágil?  Alguns poderiam dizer que foi para se vingar do homem que violou seu jardim. Mas um fruto qualquer valeria tamanho trabalho e risco de vida? Não poderia ela ter matado o bebê e se livrado de tanto labor? E como Rapun conseguiu sobreviver no deserto com duas crias? Não teria sido o pai de Rapunzel, amante da bruxa, deixando-a revoltada, quando soube que a mulher do dito iria ter um bebê? Ainda não consegui respostas para tantas indagações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *