Segall – SOBRE SUA NOVA PÁTRIA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

segall1

Escolhi o Brasil, que já havia visitado, e onde encontrei um acolhimento cordial. O Brasil se tornou minha pátria. (Segall)

“O Brasil é talvez o único ambiente onde se pode ainda respirar livremente. Vi-me transportado sob a fulgência de um sol tropical cujos raios iluminavam a gente e as cousas em seus recantos mais remotos e recônditos, emprestando até ao que se encontrava na sombra uma espécie de resplandescência, pois tudo dava por sua vez a impressão de irradiar reverberações de luz; vi terra roxa, terra cor de tijolo e terra quase negra, uma vegetação luxuriante desdobrando-se em fantásticas formas ornamentais, vi danças executadas pelo povo com exaltação quase religiosa, dum ritmo alucinante e contagioso, que realizava espontaneamente, sem teorias e pesquisas intelectuais, o que as modernas tendências do bailado na Europa se esforçavam por elaborar como criações revolucionárias e inovadoras no domínio da dança. Vi homens e mulheres com os quais, não obstante a estranheza de sua língua e costumes, me sentia irmanado.”. (Segall em carta a Kandinski)

“O Brasil revelou-me o milagre da cor e da luz. Sinto que neste país todas as coisas parecem mais leves e mais altas. Eleva-nos da terra. Ensina a alegria. Considero uma aquisição essencial para a minha arte essa alegria que o Brasil me revelou. Não é uma alegria superficial, que se oponha à tristeza, mas uma alegria ampla e compreensiva que abrange o seu contrário, e que, sobretudo, nos exalta para um mundo mais elevado.”. (Segall)

Fonte de pesquisa
Lasar Segal/ Coleção Folha

2 comentários sobre “Segall – SOBRE SUA NOVA PÁTRIA

    1. LuDiasBH Autor do post

      Mário

      Lasar Segall foi um homem muito sofrido, e ele repassa isso para sua pintura.
      Além do mais, era comprometido com o sofrimento das pessoas.
      Leia o texto onde falo sobre sua vida.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *