VÊNUS BANHANDO-SE

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

A escultura de mármore denominada Vênus Banhando-se ou Afrodite de Doidalses é uma cópia romana de um original helenístico segundo Doidalses, um escultor de Bitínia, que viveu no século III a.C.. Alguns estudiosos modernos, no entanto, não estão certos da existência de tal artista, atribuindo a obra a um escultor anônimo.

Segundo estudos, o original perdido era feito em bronze, sendo visto em Roma na época de Plínio, que em seus escritos relata sua presença no pórtico de Otávia. Muitas cópias romanas encontradas são tidas como derivadas de Vênus Agachada, diferindo muito umas das outras, o que impede de se ter certeza de como era o original.

Vênus (ou Afrodite), a deusa do amor, é representada de cócoras, durante seu banho. Há também a interpretação de que a deusa recatada esteja a proteger-se na presença de um observador, com seus braços suavemente dobrados em torno do próprio corpo. Ela vira a cabeça delicadamente para sua direita, inclinando-a para baixo, tapa os seios com o braço direito e sua genitália com a mão esquerda. Seus cabelos, maravilhosamente esculpidos, têm a forma de um coque no alto da cabeça.

Ficha técnica
Segundo um original do século III a.C.
Altura: 82 cm
Localização: Museus do Vaticano, Roma, Itália

Fontes de pesquisa:
Enciclopédia dos Museus/ Mirador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *