Zurbarán – O APÓSTOLO PEDRO APARECENDO…

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

A composição intitulada O Apóstolo Pedro Aparecendo a São Pedro Nolasco é uma obra do pintor espanhol Francisco de Zubarán (1598 – 1664), que trabalhou na corte de Madri sob as ordens de Filipe IV. A maior parte de seu trabalho artístico ornamentou o Convento de Sevilha. É tido como um dos mais importantes pintores espanhóis do século XVII, ao lado de Ribera e Murillo. A pintura em destaque, fruto da maturidade do artista, foi encomendada pelo Mosteiro Mercedário em Sevilha, logo após a canonização de Pedro Nolasco, e mostra uma de suas visões. Alguns críticos têm-na como o mais lírico de seus trabalhos de cunho religioso.

A cena mostrada, embora aparentemente simples, é de grande beleza. Enquanto se encontrava em oração, São Pedro Nolasco, santo católico nascido na França, e fundador da ordem de N. Sra. da Misericórdia, também conhecida como Mercerianos, e, que tinha como principal objetivo resgatar cristãos presos pelos muçulmanos, recebe a visão do apóstolo Pedro, seu santo padroeiro, que morrera crucificado de cabeça para baixo. Do corpo do apóstolo emana uma forte luz, que clareia a escuridão do ambiente sem nenhum ornamento material.

Existem apenas duas figuras no espaço – o santo e sua visão – envoltas em profunda escuridão, apartados de toda a materialidade. O apóstolo crucificado forma uma diagonal da direita para a esquerda, e seus braços abertos criam uma segunda diagonal da esquerda para a direita. O movimento dos braços abertos, em adoração, de São Pedro Nolasco corresponde ao do santo crucificado. É visível o espanto do santo francês, diante do milagre que os une em comunhão espiritual, ligando as dimensões divinas e terrestres.

Ao modo do pintor italiano Caravaggio, o fantástico banho de luz revela as formas simplificadas em volumes puros. A luz vibrante e incandescente que emana do corpo do apóstolo diz respeito à dimensão divina, enquanto a intensa e realista, focada no santo francês, diz respeito à terrena. Zurbarán abre mão de qualquer forma tradicional na interpretação da narrativa, e acaba criando duas figuras fortes e belas. Há um grande contraste entre a nudez do apóstolo, usando apenas um lençol amarrado abaixo da cintura, e a vestimenta volumosa e pregueada do santo francês, que se espalha pelo chão, deixando apenas cabeça e mãos à vista.

Ficha técnica
Ano: 1629

Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 179 x 223 cm
Localização: Museu do Prado, Madri, Espanha

Fontes de pesquisa:
Enciclopédia dos Museus/ Mirador

https://www.museodelprado.es/en/the-collection/art-work/the-apparition-of-saint-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *