VIAGEM A CITERA (Aula nº 76 A)
Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

                                                      (Clique na gravura para ampliá-la.)

O pintor e desenhista francês Jean-Antoine Watteau (1684-1721), filho de um artesão, nasceu em Valenciennes. Aos 18 anos de idade foi para Paris, indo trabalhar no ateliê do pintor decorativo Claude Gillot. Três anos depois foi para o estúdio de Claude Audran III que também era um artista decorador e ornamental. O artista recebeu, aos 25 anos de idade, o prêmio de segundo lugar no Prix de Rome. Em Paris foi apresentado ao rico colecionador de arte Pierre Crozat que tinha dentre as suas inúmeras obras trabalhos de Peter Paul Rubens, Anthony van Dyck e de pintores venezianos. Aos 35 anos de idade o artista viu-se acometido pela tuberculose, viajando para Londres para tratamento de saúde. Também sofria de uma ansiedade crônica. Retornando a Paris no ano seguinte, passou a conviver com Edmé-Françóis Gersaint, o mais famoso marchand do início do século. Watteau morreu aos 37 anos, vitimado pela tísica pulmonar. Atribui-se a ele a criação do chamado “fête galante”, um novo gênero de pintura, uma vez que o seu trabalho “Viagem a Citera” não se enquadrava em nenhum dos gêneros existentes até então. Em sua pintura ele mostra a elite em seu momento de diversão. Sua obra foi muito importante no sentido de libertar a pintura francesa da ditadura clássica ditada pela arte acadêmica. É tido como um dos mais importantes mestres da pintura do século XVIII.Hoje vamos estudar Watteau – VIAGEM A CITERA

  1. Por que o trabalho de Watteau ficou conhecido como um novo gênero de pintura?

    1. Foi criado na França após o estilo Barroco.
    2. Não se enquadrava em nenhum gênero de pintura à época.
    3. Apresentava personagens ricos e voluptuosos.
    4. Era um gênero voltado só para a elite francesa.

  2. A composição em estudo apresenta:

    1. A aristocracia numa praça parisiense.
    2. Alunos de escola num piquenique.
    3. A nobreza a passeio a Marselha.
    4. A elite em seu momento de diversão.

  3. A importância desta obra está no fato de:

    1. Libertar a pintura francesa da ditadura clássica ditada pela arte acadêmica.
    2. Mostrar a diferença entre o estilo Barroco e o estilo Rococó.
    3. Dar destaque à nobreza francesa que se mostrava esquecida.
    4. Libertar a pintura francesa da dramaticidade vista no estilo Barroco.

  4. Na obra de Watteau, embora tida como alegre ou frívola, também é possível detectar:

    1. A suntuosidade e dandismo da vida parisiense.
    2. A fragilidade humana diante da fugacidade dos prazeres.
    3. A diferença acentuada entre ricos e pobres da época.
    4. A grande sensibilidade do artista em relação às classes pobres

  5. Trata-se de um tipo específico de pintura rococó que dá destaque às festas ao ar livre e a jovens elegantes, ou seja, diversão dos ricos ociosos ao ar livre.

    1. Belle de Jour
    2. Peinture Sacrée
    3. Peindre des Anges
    4. Fête Galante

  6. São afirmativas que dizem respeito à composição, exceto:

    1. Retrata uma festa ao ar livre, tendo como personagens membros da sociedade cortesã do século XV.      
    2. Há grande harmonia entre a natureza e as pessoas ali presentes.
    3. A obra é tida como uma das mais belas do estilo Rococó que vigorou em todas as artes na primeira metade do século XVIII.
    4. Um outro trabalho anterior a esse, com poucas alterações, encontra-se no Louvre, em Paris, ambos representando uma viagem à ilha de Citara.

  7. O tema da composição é a visita de um grupo de pessoas apaixonadas ao santuário da deusa …………….. na ilha de Citara.

      1. Flora
      2. Ceres
      3. Vênus
      4. Diana

  8. A cena é ambientada ……………., com o dourado do sol espalhando-se numa atmosfera arcadiana.

    1. num final de manhã
    2. num final de tarde
    3. à meia-noite
    4. no nascer do dia

  9. Inúmeros querubins, conhecidos como …………., espalham-se por toda a pintura, ocupando as mais diferentes posições.

    1. angeli
    2. anges
    3. puto
    4. putti

  10. O principal tema do estilo Rococó era:

      1. os deuses
      2. a ostentação
      3. a natureza
      4. a boa vida

  11. Todas as afirmativas acerca do barco estão corretas, exceto:

    1. Na parte esquerda da composição está presente o barco do amor.
    2. Está sendo preparado para a viagem de volta ao mundo dos homens.
    3. Alguns querubins conduzem os casais até o barco.
    4. Um segundo barco encontra-se à direita da composição.

  12. Os deuses só eram admitidos no estilo Rococó, quando vistos como divindades:

    1. românticas e brincalhonas
    2. protetoras e sisudas
    3. românticas e guerreiras
    4. protetoras e alegres

  13. Um animal divide a composição ao meio. Trata-se de:

    1. uma vaca
    2. um cavalo
    3. um cãozinho 
    4. um carneiro

  14. As afirmativas acerca do pessoal presente na viagem estão corretas, exceto:

    1. Uma mulher, cujo companheiro enlaça-a pela cintura e conduz-a ao barco, olha tristemente para trás.
    2. Um cavalheiro ajuda sua companheira a levantar-se da relva, segurando-a pelas duas mãos.
    3. O homem está se  ajoelhando aos pés da amada que se encontra ainda sentada e traz nas mãos um livro. 
    4. Um homem presenteia sua amada com rosas que são as flores consagradas à deusa do amor.

  15. Na parte inferior direita da composição, na base da estátua, encontram-se alguns objetos que representam:

    1. a guerra, as artes e a cultura   
    2. a guerra, as artes e a riqueza
    3. a guerra, as artes e a pobreza
    4. a guerra, as artes e a fauna

  16. Próximos ao barco estão os homens responsáveis por guiá-lo. Eles carregam ……….. e usam chapéus de peregrinos.

    1. remos
    2. cajados    
    3. flores
    4. bandeiras

  17.  Todas as afirmativas abaixo acerca da composição estão corretas, exceto:

    1. O pintor usou tinta de cores claras e bem rala.
    2. Em algumas partes é possível ver apenas tênues contornos.
    3. Tudo parece abstrato e irreal como o amor.
    4. O céu dourado e as árvores parecem o pano de fundo da composição ao final de uma manhã.

  18. Apesar de ser tida como a “obra-prima das obras-primas francesas” num livro sobre a arte do século XVIII, esta pintura caiu em desgraça, logo após a ……………………….., por evidenciar o estilo de vida ocioso da velha aristocracia.

    1. Segunda Guerra Mundial
    2. Primeira Guerra Mundial
    3. Revolução Francesa  
    4. Guerra dos Cem Anos

Obs.:  Alguns estudiosos de arte acham que os casais estão embarcando para Citara, enquanto outros imaginam que estejam voltando. Em razão da estátua da deusa presente no local, penso eu que estejam deixando a ilha.

Gabarito
1.b / 2.d / 3.a / 4.b / 5.d / 6.a / 7.c / 8.b / 9.d / 10.c / 11.d / 12.a / 13.c / 14.c / 15.a / 16.b / 17.d / 18.c

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *