VOCÊ É UMA PESSOA ESTÚPIDA?

Autoria do Dr. Telmo Diniz

veupes

Ao leitor, um alerta! Estamos cercados de pessoas estúpidas. Portanto, muito cuidado! Existem quatro significados para a palavra “estúpida”: uma pessoa que não é inteligente; que é grosseira; que causa tédio ou que é extremamente exagerada e desagradável. Adjetivos comuns dados a uma pessoa estúpida incluem: sujeito desprovido de inteligência; que expressa muito comumente atos estúpidos e de ignorância. Conhece alguém assim? Pois bem, vamos tentar detectá-los para mantermos a maior distância possível de tais sujeitos.

Três psicólogos dedicaram-se ao estudo da estupidez e decidiram avaliar o que as pessoas consideram estúpido para, assim, determinar como podemos deixar de praticar atos considerados aberrantes. Os psicólogos do Instituto de Psicologia da Universidade de Budapeste, na Hungria, recolheram 180 histórias publicadas em sites de notícias, blogs e fóruns, com relatos de incidentes ou coisas estúpidas, e apresentaram a mais de 150 pessoas. Em uma das conclusões deste estudo, chegaram ao que foi denominado de “ignorância confiante”, ou seja, o estúpido, em última análise, é aquele que se propõe a fazer coisas para as quais não está capacitado, e o faz achando que está correto.

Outro estudioso do assunto foi James Watson, descobridor do DNA (ácido desoxirribonucleico). Esse pesquisador defende que pessoas estúpidas têm uma doença genética e, como tal, “deveriam ser curadas”. É isso mesmo! Se uma mãe tem ações estúpidas, a possibilidade de ter filhos com o mesmo problema aumenta de forma substancial. Entretanto, o autor da proposta ainda não conseguiu provar sua tese. Outro estudioso do tema, Keith Stanovich, cientista cognitivo da Universidade de Toronto, no Canadá, propõe um novo teste. Não o de QI (Coeficiente de Inteligência), mas sim o Quociente de Racionalidade (QR), que serviria para avaliar a capacidade de reconhecer os vieses cognitivos, ou seja, avaliar as pessoas que podem expressar atos de irracionalidade.

Outra forma de reconhecer um estúpido é através das mentiras. Existe uma linha muito tênue entre pessoas de baixa inteligência e as mentiras. Os estúpidos são mitômanos contumazes. Mentem descaradamente e acreditam em suas próprias mentiras. Vivem em um mundo próprio de fantasias. E, com suas mentiras, vão deixando um rastro de veneno e escuridão social. A relação da estupidez com a mentira é tão problemática que o mitômano vai repetindo a mentira com ar de gozo e a defende como se fosse uma grande verdade.

Não temos ainda um tratamento para as pessoas estúpidas, uma vez que tal comportamento não é ainda considerado uma doença. Entretanto, como os estúpidos são as pessoas que contaminam o ambiente e os relacionamentos saudáveis, faz-se imperativo a detecção destes seres, que costumo denominar de “broncos de comportamento”. Uma definição de estupidez que acho bem pertinente é que o estúpido conhece a verdade, ouve a verdade e enxerga a verdade, mas ainda assim acredita na sua própria mentira. Procure distanciar-se dos ríspidos, mentirosos e ignorantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *