SER FELIZ É…

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria do Papa Francisco

Você pode ter defeitos, ser ansioso e viver alguma vez irritado, mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. Somente você pode impedir que ela vá em declínio.

Muitos o apreciam, admiram-no e o amam! Gostaria que se lembrasse de que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, uma estrada sem acidentes, trabalho sem cansaço, relações sem decepções.

Ser feliz é achar a força na simplicidade, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor na discórdia!

Ser feliz não é só apreciar o sorriso, mas também refletir sobre a tristeza. Não é só celebrar os sucessos, mas aprender com as lições dos fracassos. Não é só se sentir feliz com os aplausos, mas ser feliz no anonimato.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista para aqueles que conseguem viajar para dentro de si mesmos.

Ser feliz é parar de sentir-se vítima dos problemas e tornar-se autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas conseguir achar um oásis no fundo da própria alma.

Ser feliz é agradecer a Deus por cada manhã, pelo milagre da vida.

Ser feliz não é ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si e ter coragem de ouvir um “não”. É sentir-se seguro ao receber uma crítica, mesmo que injusta. É beijar os filhos, mimar os pais, viver momentos poéticos com os amigos, mesmo quando nos magoam.

Ser feliz é deixar viver a criatura que existe em cada um de nós, livre, alegre e simples. É ter maturidade para poder dizer: “errei”! É ter a coragem de dizer: “perdão”! É ter a sensibilidade para dizer: “eu preciso de você”! É ter a capacidade de dizer: “te amo”! 

Que a tua vida se torne um jardim de oportunidades para ser feliz. Que nas suas primaveras seja amante da alegria. Que nos seus invernos seja amante da sabedoria. E que quando errar, recomece tudo de novo, pois somente assim seguirá apaixonado pela vida.

 Descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita, mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância, utilizar as perdas para treinar a paciência, usar os erros para esculpir a serenidade, utilizar a dor para lapidar o prazer,  utilizar os obstáculos para abrir janelas de inteligência. 

Nunca desista! Nunca renuncie às pessoas que o amam! Nunca renuncie à felicidade, pois a vida é um espetáculo incrível.

6 pensou em “SER FELIZ É…

  1. Matê Autor do post

    Lu, ótimo texto do Papa.Ele é mesmo uma pessoa muito especial. Ele sempre soube agir de acordo com a época. Sem excluir nenhum povo, e nenhum credo nenhuma raça ,ele vive “amai-vos uns ao outros”. Na prática,seu lema é “somos todos irmãos”. Um grande homem.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Matê

      Como diria minha mãe, se neste mundo ainda se encontrasse: “Ele é um homem de Deus!”

      Abraços,

      Lu

      Responder
  2. Hernando Martins

    Lu

    Belíssimo texto do papa Francisco, como sempre ele tem uma percepção aguçada das peculariedades da vida.

    A felicidade é um estado de satisfação que a gente vive. Mesmo com tantas pedras que surgem no caminho devemos aprender com os erros e acertos, porque tudo é experiência, seja positiva ou negativa. Acredito que a nossa função na passagem pela vida é nos tornarmos pessoas melhores e capazes de proporcionar um mundo mais generoso para vivermos em harmonia com nossos irmãos e deixarmos um planeta melhor como legado para asfuturas gerações.

    Infelizmente, a humanidade está caminhando na contramão da busca pela felicidade e harmonia. Valoriza a ostentação da riqueza material para tentar ser feliz, esquecendo-se que para “ser” não é necessário “ter” mais do que o necessário. No corre-corre da vida, na busca incessante para garantir um lugar no pódio do sucesso, as pessoas vivenciam o automatismo, ou seja,”vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se nunca tivesse vivido”.

    A verdade está sempre na simplicidade e para enxergar o simples é necessário ter olhos treinados para vê-lo. O maior exemplo de amor que podemos ver na natureza é observar uma árvore frondosa que através de suas folhas promove a sombra que protege do excesso de radiação solar; através dos frutos alimenta outros seres; através das sementes perpetua outras floresta. E tudo isso de graça, sem nenhuma contrapartida.

    Observar a perfeição da natureza e toda interação dos reinos vegetais e animais na manutenção do equilíbrio da vida é uma forma de reafirmar que existe um propósito grandioso para cumprirmos. Enfim, existe uma frase de Charles Chaplin muito interessante e diz o seguinte:

    Se você vir a Lua; Você verá a beleza de Deus…
    Se você vir o Sol; Você verá o poder de Deus…
    Se você vir o espelho; você verá a melhor criação de Deus. Então, acredite.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Hernando

      Assim como você, acredito que a essência da vida encontra-se no equilíbrio da simplicidade. Todo e qualquer excesso turva as emoções e os sentimentos. Tudo passa a não ter valor na busca por mais e mais. O resultado é exatamente este:

      “viver como se nunca fosse morrer e morrer como se nunca tivesse vivido”.

      Fim triste e inglório!

      Grande verdade:

      “O maior exemplo de amor que podemos ver na natureza é observar uma árvore frondosa que através de suas folhas promove a sombra que protege do excesso de radiação solar; através dos frutos alimenta outros seres; através das sementes perpetua outras floresta. E tudo isso de graça, sem nenhuma contrapartida.”

      Abraços,

      Lu

      Responder
  3. Edward Chaddad

    Lu

    Desde o início acompanhei o Papa Francisco que, para mim, é o mais voltado à compaixão e à solidariedade entre os seres humanos. O mandamento “amar ao próximo como a si mesmo” nunca é por ele esquecido em suas mensagens. Para melhor semear o seu pensamento central, que devemos amar ao próximo, agora fala do amor à vida, colocando nela a felicidade em meio à alegria e à tristeza:

    “Que a tua vida se torne um jardim de oportunidades para ser feliz. Que nas suas primaveras seja amante da alegria. Que nos seus invernos seja amante da sabedoria. E que quando errar, recomece tudo de novo, pois somente assim seguirá apaixonado pela vida. ”

    O maravilhoso texto levou-me à lembrança de Hila Flávia no seu texto “Natalício”, que gravei em meus arquivos para lembrar o que significa o Natal e que vem, é claro, mostrar a melhor compreender essa mensagem do Papa:

    “A experiência de vida vai dando à gente noção exata das coisas e a medida certa das ações. E sabemos, com o tempo, que o vazio que sente o ser humano, após uma busca frenética, vem do simples fato de que não foi preenchido o que ele tem de mais sublime, de mais doce, de mais delicado: o afeto.

    Percebemos que cada pessoa do mundo é um mundo inteiro. E em cada coração cabe todo o universo e toda a solidão. E também todo o amor. E toda a esperança. É sozinho que o ser humano resolve ser ou não feliz. É decisão dele, pessoal, intransferível. Ninguém pode decidir por outro a felicidade e ninguém tem, realmente, o poder de tirá-la de ninguém.

    “No seu aniversário, menino, compreendo, todo ano, porque você não fica velho: porque a esperança é eterna. É tão nova que renasce a cada dia, não somente a cada ano. Este simbolismo de Ano Novo é só um lembrete; é só uma comemoração. O que realmente se comemora é o nascer de cada dia, é a estrela luminosa, é a lua, é o sol, são as águas, os pássaros, as cores e os sons. O que realmente se comemora é o amor, é a vida.” (trecho do Natalício, de autoria de Hila Flávia).

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Edward

      Eu sou uma grande fã do papa Francisco. Penso que em nenhuma época da história do papado fez-se uma escolha tão acertada. Ele realmente veste a camisa da compaixão e da solidariedade. Trata-se realmente de um pai da humanidade, pois pouco lhe importa a religião que cada povo professa, pouco lhe importa a raça, pouco lhe importa o gênero, o viés político ou a posição social. A bondade de seu coração transcende qualquer dogma. Eleva-se acima dos julgamentos humanos, fluindo até o Poder Absoluto.

      O papa Francisco é único! Vida longa para ele!

      Também é com grande saudade que me lembro da Hila Flávia.

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *