Almeida Júnior – O DESCANSO DA MODELO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

desmo

Almeida Júnior é, entre os artistas contemporâneos, um dos que maiores disposições mostram e mais qualidades possuem para acompanhar o movimento artístico de seu tempo. (Gonzaga Duque)

A composição Descanso do Modelo, obra do pintor brasileiro Almeida Júnior, foi pintada em Paris, quando ali esteve pela primeira vez como estudante de arte, sendo exibida no Salon de Paris de 1881. O próprio artista dele fez outras cópias, posteriormente, algumas delas presentes hoje em coleções particulares. Almeida Júnior retrata em sua tela duas figuras humanas, um homem e uma mulher numa sala, rodeados por inúmeros objetos, desenhados com perfeição.

A modelo de pele morena, seminua, sem demonstrar timidez alguma, e de costas para o observador, traz as mãos sobre o teclado do piano, tendo à sua frente, um caderno de partituras aberto. Seu rosto sorridente está voltado para o pintor, como se quisesse ganhar sua aprovação. Sobre um banco, com almofada vermelha, um tecido está jogado displicentemente, provavelmente trata-se de sua roupa.

O pintor, com sua barba longa e cabelos cobertos por um gorro, e seus trajes escuros, à esquerda da tela, encontra-se sentado diante de seu cavalete, de frente para o observador, mas com o rosto virado para a modelo. Ele fuma um cigarro e aplaude a pianista, trazendo um sorriso no rosto. A seus pés estão a paleta e os pinceis, e, à direita, a caixa de tintas. Um enorme quadro jaz na parede, acima de sua cabeça. Não é possível saber o que ele pinta em seu cavalete, que se encontra de costas para o observador.

A habilidade do pintor na confecção do papel florido, que recobre a parede, onde se encontram duas porcelanas dependuras, com desenhos semelhantes, e o vaso com flores, à direita, chamam a atenção. A estamparia dos tapetes, cortinas, toalhas, tecido que encobre parte da modelo e aquele sobre o qual ela se senta, são um esmero à parte.

O quadro é essencialmente descritivo, onde predominam instrumentos musicais: pandeiro, clarinete e flauta decorando a parede e o alaúde sobre o piano. Dois candelabros, um com vela e outro sem, encontram-se acima da tampa do piano. Vários vasos são vistos no aposento, em louça e bronze. Dois galhos de rosa estão jogados sobre o tapete, à direita.

O modo como se apesentam pintor e modelo demonstra que existe uma grande sintonia entre os dois, que gozam alegremente do momento de descanso.  Almeida Júnior também tocava piano.

Ficha técnica
Ano: 1882
Dimensões: 100 x 130 cm
Técnica: óleo sobre tela
Localização: Acervo do Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil

Fonte de pesquisa
Almeida Júnior/ Coleção Folha
A arte brasileira em 25 quadros/ Rafael Cardoso

2 comentários sobre “Almeida Júnior – O DESCANSO DA MODELO

    1. LuDiasBH Autor do post

      Luna

      O blog possui inúmeros textos sobre os pintores e outros temas importantes para pesquisas. Repasse nosso endereço para sua filha.

      Beijos,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *