ARROZ + FEIJÃO = UM CASÓRIO PERFEITO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria do Dr. Telmo Diniz

Todo mundo sabe que arroz e feijão são a combinação mais tradicional da culinária brasileira. É uma combinação certamente saborosa e boa para a saúde. Quais os nutrientes que esta combinação possui? Como se deu este casamento culinário através dos séculos? É disso que vamos tratar neste texto.

Esta tradição teve início no século XVIII. As lavouras de arroz, que já ocupavam quilômetros de terras na Bahia, começaram a prosperar a partir de 1745, e o feijão, conhecido como “carne de pobre”, na época, era misturado à farinha de mandioca ou de milho para alimentar os escravos. Até esta época, os dois grãos não se misturavam. Segundo historiadores, foi por volta de 1808, quando a família real portuguesa chegou ao Brasil que os dois ficaram mais próximos. Isso porque o arroz foi incluído na alimentação dos soldados por determinação do rei D. João VI (possivelmente para dar mais energia a eles). Como soldados e escravos estavam sempre juntos, em algum momento a combinação foi feita e, para alegria dos brasileiros, se mantém até hoje.

O arroz e o feijão são importantes porque fornecem aminoácidos essenciais necessários à nossa saúde. Os aminoácidos são moléculas que formam as proteínas e são chamados de essenciais porque não são produzidos pelo corpo e, por isso, precisam ser conseguidos através da alimentação. A combinação do arroz e o feijão completam-se, pois, juntos, garantem que nosso corpo obtenha todos os aminoácidos essenciais para nosso organismo.

O arroz, por exemplo, constitui uma relevante fonte de energia (carboidrato) e ainda possui fosfato, ferro, cálcio e vitaminas B1 e B2. Caso seja feito o consumo do arroz integral, são fornecidas também as fibras, essenciais para o funcionamento adequado do intestino e a prevenção de algumas doenças, como câncer colorretal, obesidade e diabetes. Não podemos esquecer de que o arroz apresenta quantidade baixa de sódio e taxas mínimas de gordura. O feijão, por sua vez, fornece também importantes nutrientes, tais como o ferro, fósforo, magnésio, manganês e vitaminas do complexo B. Ele ainda é rico em fibras e tem função antioxidante. Vale destacar também que o feijão apresenta pouco teor de sódio e gordura. O Ministério da Saúde sugere o seguinte consumo: uma parte de feijão para duas de arroz.

Bom, parece que consumir arroz com feijão é bem saudável, mas eles têm que ser consumidos juntos. Também é bom ressaltar que é melhor trocar o arroz branco pelo integral e, sempre que possível, escolher o feijão preto – mais rico em nutrientes. Apesar do arroz e feijão juntos serem bastante nutritivos, o prato carece de vitaminas A e C. Uma boa sugestão é adicionar ao prato um tomate ou pimentão (o que trará cerca de 10% a 20% do valor diário recomendado de vitamina C), bem como espinafre e cenouras (ricos tanto em vitaminas C e A). O ideal é a associação do arroz com feijão e uma combinação de legumes e vegetais variados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *