Battista Rosso – CRISTO MORTO COM ANJOS

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

O pintor italiano Giovanni Battista di Jacopo (1494 – 1540), também conhecido por Rosso Fiorentino (Ruivo Florentino) ou apenas por Il Rosso (o Ruivo) em razão de seu cabelo ruivo foi um dos grandes nomes do maneirismo na pintura fiorentina. Foi aluno de Andrea del Sarto tendo como colega e amigo Jacopo Pontormo. Em Roma, ele se viu profundamente tomado pela arte de Michelangelo no teto da Capela Sistina. Deixou a Itália e migrou para a França, onde se tornou um dos principais mestres da Primeira Escola de Fontainebleau. As figuras em seus quadros apresentam poses contorcidas e são geralmente muito magras e meio desfiguradas. Sua arte tem sido cada vez mais revisitada.

A composição maneirista denominada Cristo Morto com Anjos é de autoria do artista. Esta é uma das poucas obras do excepcional pintor que sobreviveram ao tempo.

O corpo musculoso e contorcido de Cristo totalmente nu, trazendo uma grande ferida no tronco, à sua direita, encontra-se sentado sobre uma mortalha de um intenso azul, forrada sobre o altar de seu sepulcro. Sua cabeça, virada para a direita, quase toca a margem superior da tela. A monumentalidade das figuras mostra a influência de Michelangelo na arte de Rosso. As pernas de Cristo, assim como seu braço direito escultural, lembram as figuras do teto da Capela Sistina.

O Mestre tem seu corpo apoiado por dois anjos que se encontram às suas costas, em segundo plano, segurando-o suavemente. Duas enormes velas brancas estão seguras pelos anjos que se postam à sua direita e à sua esquerda, em primeiro plano, observando a figura sofrida de Cristo.

O espaço diminuto em que se encontra Cristo e os quatros anjos, agrupados de uma forma muito compacta, faz com que o corpo do Mestre pareça projetar-se para além da tela. Suas cores são fortes e incomuns. Os anjos trazem belos cabelos cacheados.

O cenário é composto por objetos do martírio de Jesus Cristo que se espalham pelo chão: os cravos e a vara com a esponja embebida em vinagre. Sua cabeça ainda se encontra cingida pela coroa de espinhos. Uma luz cálida e forte banha o corpo de Jesus.

Ficha técnica
Ano: 1524 – 1527
Técnica: óleo sobre madeira
Dimensões: 133,5 x 104 cm
Localização: Museu de Arte, Boston, EUA

Fontes de pesquisa
Enciclopédia dos Museus/ Mirador
https://it.wikipedia.org/wiki/Cristo_morto_compianto_da_quattro_angeli

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *