COMO GERENCIAR CONFLITOS

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria do Dr. Telmo Diniz

cogeco

Os conflitos existem desde o início dos tempos e é uma realidade sempre presente nas relações humanas e de trabalho. Faz parte do nosso dia a dia. Eles se originam de uma diversidade de pontos de vista entre pessoas, de interesses, de necessidades e expectativas de cada um dos envolvidos. Normalmente, durante um conflito entre pessoas, há uma tensão no ar de que a qualquer momento poderá haver uma explosão e o conflito dará lugar a uma guerra. Mas como podemos cuidar e tratar de questões delicadas durante os conflitos? Hoje, vamos refletir um pouco sobre este tema.

O conceito de conflito representa uma tensão que envolve pessoas ou grupos de pessoas quando existem interesses que não são compatíveis. Assim, só existe conflito se existir uma relação entre as partes, como se mostram frequentes entre pais e filhos, patrões e trabalhadores, cliente e fornecedores, etc. O conflito tem como característica preponderante um estado de insatisfação entre as partes, insatisfação essa que pode ter múltiplas origens como, por exemplo, a divergência de interesses, o desacordo de pontos de vista, a partilha de recursos escassos, a competição pelo poder, etc. Enfim, durante um conflito alguém não está satisfeito com algo.

Entretanto, esses mesmos conflitos são importantes para o crescimento e desenvolvimento de qualquer sistema, seja ele social, político, familiar ou organizacional. O agravamento, tal como a atenuação do conflito, vai depender das relações internas de cada grupo, podendo aumentar ou diminuir a depender de atitudes de provocação ou de conciliação. Em outras palavras, um conflito poderá piorar ou ser resolvido de acordo com nossas atitudes.

Um conflito é mais que um simples desacordo. Trata-se de uma situação na qual uma ou ambas as partes percebem uma ameaça. Essas ameaças fazem com que nosso bem-estar seja afetado, tirando-nos da “zona de conforto”. Assim, não adianta ignorar o conflito, já que, longe de desaparecer, ele cresce por conta da incerteza. Conflitos não resolvidos geram angústia no médio e longo prazo.

Portanto, alguns pontos são importantes no gerenciamento destas tensões:

  • Não evite o conflito nunca. Saber lidar com os problemas e tensões faz parte do crescimento pessoal. Ao evitar um enfrentamento, você só estará adiando um problema que precisa de uma solução, seja qual for.
  • Reaja com calma e de forma respeitosa com a outra parte, em vez de reagir de forma explosiva e se mostrar irritado, com atitudes que certamente irão ferir o próximo.
  • Evite os ataques verbais.
  • Mostre-se disposto a, efetivamente, resolver o problema de forma consensual, deixando o conflito para trás sem ressentimentos.
  • Tente se colocar no lugar do outro e busque o compromisso de que ele faça o mesmo com você. Ver o ponto de vista do outro – e vice versa – é uma boa maneira de tentar encontrar uma solução para um problema.

Atitudes amenas como estas trarão melhores resultados ao final, pois quem busca conflito em tudo é porque vive numa constante guerra interior. Busque paz!

Ilustração: obra do pintor russo Leonid Afremov

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *