CULTIVANDO O ÂNIMO E A MOTIVAÇÃO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria do Dr. Telmo Diniz  culamo

Hoje em dia, manter o ânimo e o bom humor não é tarefa fácil. Constantemente encontro pessoas desanimadas e infelizes e os motivos são os mais variados. Geralmente, as queixas giram em torno do trabalho, das brigas familiares, das relações amorosas e da falta de dinheiro. Manter o bom ânimo é uma questão de saúde emocional e da possibilidade de “virar o jogo” quando as coisas não vão tão bem.

Um momento, onde a falta de ânimo e motivação pode ser claramente percebida, seria quando você acorda de manhã sem saber por onde começar, e sem vontade até mesmo de sair da cama. Sabe o que deve ser feito, mas não tem ânimo nem para iniciar as tarefas mais simples. Tudo parece sem graça e você precisa de, literalmente, arrastar-se para fazer qualquer coisa.

Para você melhorar o seu dia e de outras pessoas, tente ser mais otimista diante das adversidades. Procure imaginar coisas boas e tenha fé em dias melhores. A fé é sempre importante no processo. As palavras certas podem mudar a vida de uma pessoa, por isso, alimente diariamente o seu espírito com pensamentos positivos. Uma maneira de melhorar seu estado emocional é sendo sempre otimista. Pensamentos pessimistas não irão ajudá-lo. Sorria para a vida e ela retribuirá com tudo que você tanto almeja. Faça o bem para outras pessoas e não aja com arrogância e pretensão. A humildade é uma característica dos vencedores. Reconheça seus erros. Aquela pessoa que não enxerga seus defeitos estará fadada ao fracasso.

Para afugentar o desânimo, algumas dicas devem ser seguidas:

  • busque a paixão pelo trabalho. Não faça simplesmente por fazer. Não tem como você se forçar a gostar de algo que não lhe dê prazer. O que importa é encontrar atividades que lhe deem chances de sair-se bem e proporcionem-lhe satisfação, pois assim você será mais ativo e terá mais ânimo;
  • diga não à “síndrome da segunda-feira”. Não comece a semana pensando que é o início do calvário. No caminho para o trabalho, em vez de focar no trânsito caótico, escute uma música, lembre-se dos momentos agradáveis do final de semana. Chegue ao trabalho sorrindo e dando bom dia aos colegas. Traga com você o bom ânimo. Isso contamina o ambiente de forma positiva e produtiva;
  • nunca se desespere! Todos têm algo a conquistar e, mesmo que não pareça, o sucesso está sempre próximo. Já falei, nesta mesma coluna, que tudo na vida passa, inclusive as coisas ruins;
  • deixe de reclamar e siga em frente com seus propósitos. Aprender com os erros é vital. A pessoa não nasce um vencedor, torna-se um. Nada vem de graça. Seja persistente e resiliente. Não tentar é o pior dos fracassos. As pessoas costumam se arrepender mais das coisas que deixaram de fazer do que das que realizaram;
  • use o medo a seu favor, pois ele pode vir a ser um ótimo gerador de motivação, ou seja, você tem medo ou receio de fazer algo? Vá e faça. O enfrentamento de nossos medos é uma alavanca para a melhora do ânimo;
  • aprenda com o passado e construa seu futuro hoje. Aproveite o máximo de cada dia, não se entregue;
  •  tome as decisões hoje, pois amanhã pode ser tarde demais. A procrastinação cobra seu preço lá na frente.

12 comentários sobre “CULTIVANDO O ÂNIMO E A MOTIVAÇÃO

  1. Rui

    Lu

    Os textos do doutor Telmo ensinam-nos a viver, é certo, ainda que nem sempre a saúde permite. O texto fala de um remédio que faz muito bem a nós e aos outros, e nos traz ânimo. Fazer bem aos outros, sempre. Em tempos idos houve um Mestre que me disse: não tens ânimo, não tenhas medo, tenhas fé, pois a fé verdadeira é vencedora.

    Abraços, amiga!

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Rui

      Já estava sentindo a sua falta. Sempre que desaparece, deixa-me preocupada. Foi um alívio ver o seu comentário.

      Amiguinho, também acho que sempre devemos fazer bem aos outros, ainda que muitas vezes tenhamos como resposta a ingratidão. O importante é o que fazemos. O que o outro faz é problema de sua própria consciência.

      Um grande abraço,

      Lu

      Responder
  2. Jefferson J. Sattin

    Em relação a ter paixão pelo trabalho, nem sempre temos a possibilidade de encontrar um serviço desejado.

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Jefferson

      Concordo plenamente com você. É a pessoa que tem que se adptar ao trabalho, pois encontrar o trabalho que se quer não tem sido fácil em qualquer parte do mundo. Diante do capitalismo selvagem é preciso ser polivalente.

      Abraços,

      Lu

      Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Danilo

      Você é sempre generoso na análise do blog. Quanto aos textos do Dr. Telmo, esses são adoráveis tanto pela qualidade da informação quanto pela simplicidade da linguagem usada. Encontre em ARTE DE VIVER, aqui no blog, textos semelhantes.

      Abraços,

      Lu

      Responder
  3. Leila

    OI , LU

    Quando o desânimo se instala, precisamos extrair as doses extras de fé para reerguer. É só olhar para dentro e descortinar o coração e a alma.

    Abraços

    Muitas saudades de vocês, Lu e Moá, pessoas incríveis.

    Leila e Pedro

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Leila

      O que não devemos fazer é entregar os pontos. Devemos lutar sempre, pois a vida é uma luta renhida. Também estou com saudades de vocês.

      Beijos,

      Lu

      Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Lu
      Que bom, minha xará. Na categoria ARTE DE VIVER, no blog, você irá encontrar muitos textos como este.

      Abraços,

      Lu

      Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Mário

      Ainda não chegamos a isso em Belo Horizonte, mas a noite foi bem fria. Nossa! Aí está gelado! Vixe Maria!

      Abraços,

      Lu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *