Giovanni Bellini – O SANGUE DO REDENTOR

Autoria de LuDiasBH

osadore

A composição O Sangue do Redentor é uma obra do pintor italiano Giovanni Bellini, cuja fervorosa religiosidade faz-se presente em muitas de suas obras. Cristo é visto após a crucificação, como sendo o “Homem das Dores”, cujo sangue salva o mundo do pecado.

Esta pintura, extremamente sensível, faz parte da primeira fase dos trabalhos do artista. Além de evidenciar o seu sentimento religioso, também traz impressa a influência recebida de Andrea Mantegna, seu mestre e cunhado, nos seus elementos estruturais, como nas formas e na construção do espaço, assim como nas referências apuradas dos relevos clássicos sobre o parapeito. Contudo, não é possível deixar de dizer que a sensitividade linear e o belo conteúdo espiritual são criações do próprio artista.

Jesus Cristo, com sua imensa cruz de madeira, divide verticalmente a composição ao meio. Apenas um lençol, cinge seu corpo pálido, na região dos quadris. Com o braço esquerdo, ele envolve a cruz de madeira, onde se encontra dependurada a coroa de espinhos, e usa a mão do mesmo braço para comprimir a ferida do peito, de modo a fazer o sangue jorrar no cálice. O braço direito encontra-se estendido, de modo a deixar visível a ferida do cravo na sua mão. Seu rosto está voltado para o anjo, em visível expressão de desalento e dor.

Bellini deixou à vista todas as chagas do corpo delgado de Jesus, excetuando a do pé direito, que se encontra encoberta pelo madeiro. O anjo, ajoelhado sobre a perna esquerda, levanta o cálice para receber o sangue que flui, num grosso jorro, proveniente da ferida do Mestre Jesus. O piso do ambiente, onde se encontram os dois personagens, é decorado com losangos brancos e pretos.

O parapeito, que divide a parte interior da exterior, é maravilhosamente trabalhado com relevos clássicos pagãos. A pintura faz crer que o ambiente interior encontra-se acima da paisagem abaixo, que se divide em duas partes bem diferentes.  À direita está um monte árido com construções decadentes, enquanto à esquerda vê-se uma cidade próspera com suas belas torres e montanhas azuladas. Duas pequenas figuras, aparentando ser religiosos com suas roupas pretas, aparecem ao lado direito.

Ficha técnica
Ano: c. 1460/62
Técnica: têmpera sobre madeira
Dimensões: 47  x 34,3 cm
Localização: Galeria Nacional, Londres, Grã-Bretanha

Fonte de pesquisa
Enciclopédia dos Museus/ Mirador
https://www.nationalgallery.org.uk/paintings/giovanni-bellini-the-blood

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *