GOOGLE – UM VISITANTE BEM-VINDO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

goog

O Google é onipresente, onisciente e sem fio. Pode perguntar qualquer coisa que ele responde. (Alan Cohen)

A presença do Google, em casa, significa que se pode ser pesquisador, editor e selecionador, construindo o próprio fornecimento pessoal de informação, conhecimento e entretenimento, sem precisar ir às bibliotecas. (Thomas L. Friedman)

Dentre as maravilhas do mundo moderno, que tanto conhecimento tem trazido aos tempos atuais, está o Google. Na sua sede em Mountain View, Califórnia, há um globo girando, emitindo raios luminosos, com base no número de pessoas que processam suas buscas, a cada momento. Como o esperado, as luzes piscam com mais intensidade na América do Norte, Europa, Coréia, Japão e litoral da China. No entanto, as luzes que indicam as bandas de cá, América do Sul, não têm dado vexame. O crescimento de acessos, principalmente no Brasil, tem sido significativo.

Segundo o colunista do New York Times, Thomas L. Friedman, em seu livro O MUNDO É PLANO, publicado em 2005, no qual me baseio para fazer este texto, os assuntos preferidos pelos usuários, segundo o Google, em 2001 foram: por ordem decrescente, os seguintes: sexo, Deus, empregos, luta livre e receitas de cozinha. Infelizmente não consegui os dados referentes à atualidade.

Não nos preocupamos com o futuro da raça humana, analisando apenas os assuntos buscados acima, pois não há uma palavra ou assunto isolado que não seja buscado no Google. As pessoas, em nenhuma outra fase da história da humanidade, tiveram tanto acesso por conta própria através de tal  teia de informações e possibilidade de contatos com as mais diferentes regiões do planeta, como acontece nos dias de hoje.

O melhor da história é que essas informações são amplamente democráticas, não acontecendo como vimos no livro de Umberto Eco, O NOME DA ROSA, que fala de uma época em que apenas uma minoria privilegiada tinha a chave da biblioteca do saber. Nos nossos dias, tanto pode ter acesso à mesma informação um professor de Harvard quanto um menino que se encontra no Vale do Jequitinhonha. Trata-se de uma biblioteca universal.

O Google tem como objetivo facilitar o acesso a qualquer tipo de conhecimento, em todo o mundo e em todos os idiomas. A língua deixou de ser a grande barreira que nos separava de culturas diferentes da nossa, através de programas de tradução. É fato que é preciso muita procura para se encontrar um bom artigo. Muitos sites estampam alguns assuntos apenas para levar o leitor a entrar em seus domínios e tomar conhecimento de suas propagandas. E uma coisa que o Google terá que resolver em longo prazo, para não perder a credibilidade, como aconteceu com outros sites de busca.

Em que, este infinito universo de informações que existe a nossa volta, tem contribuído, satisfatoriamente para melhorar a vida dos homens? Sem dúvida, o impacto social é surpreendente. As pessoas são mais bem informadas acerca de questões ligadas à saúde, ao trabalho, ao lazer, à cultura, à política, etc. Não existe mais aquele distanciamento que havia entre as cidades grandes e pequenas. As desvantagens da distância foram abolidas.

O Google entrou no mercado depois de outros buscadores, mas, acabou por ganhar a liderança, ao oferecer um motor de busca bem melhor, levando um número cada vez maior de pessoas a adotá-lo como ferramenta de busca, ficando sempre um passo à frente da concorrência (Yahoo, Amazom.com, Alta Vista, etc.). A busca pela informação vem se tornando cada vez mais prazerosa, ao dar autonomia à pessoa para buscar aquilo que lhe agrada.

Fonte de pesquisa: O MUNDO É PLANO/ Thomas L. Friedman

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *