GRAFITE E TÊNIS

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de Alfredo Domingos

lassa12

Em 2014, trouxemos uma magnífica obra do grafiteiro Toz (Tomaz Viana), que usou uma lateral inteira de edifício, no Centro do Rio de Janeiro. Inúmeras figuras foram retratadas, num raro painel, que muito somou à paisagem da cidade. Desta vez, promovemos o retorno de Toz para apresentar o seu novo trabalho, um pôster, que foi a logomarca do maior torneio de tênis da América Latina, o RIO OPEN 2015, evento que ocorreu no período de 16 a 22 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro, no Rio de Janeiro, e contou com afamados tenistas de vários países.

Toz, o profissional das cores e das formas, inspirou-se na paisagem da sede do torneio, não poupando criatividade. Partiu, no entanto, de três principais motivos: o Cristo Redentor, a raquete do esporte e o saibro das quadras. Para complementar, inseriu árvores e plantas, esbanjando e misturando cores, e, ainda, salpicou bolas coloridas por todos os lados. No canto direito, acima, adicionou, sutilmente, uma quase inteira esfera amarela, que poderá ser entendida como o sol escaldante que espia de longe a cidade neste verão, ou outra bola do jogo, posta em destaque, talvez a principal, pois é ela que flutua e dá graça à disputa.

Finalmente, é preciso ressaltar o registro do nome do torneio, em branco, assemelhando-se bastante ao jeito da assinatura, feita pelos tenistas, nas lentes da câmera que evidencia a vitória. É coisa para pensar!

Nota: Imagem de http://novoluxo.com

4 comentários sobre “GRAFITE E TÊNIS

  1. Edward Chaddad

    Alfredo
    É importante texto como este, que valoriza o trabalho de artistas brasileiros e nos mostra a grandeza, o primor, a delicadeza, a criatividade e o esmero de um grande talento.

    Parabéns pela matéria. Temos que mostrar a cultura brasileira, que é extraordinária.

    Abraços,

    Responder
    1. Alfredo Domingos

      Edward,
      O artista brasileiro é criativo e competente na sua obra. Além de mostrarmos aqui neste espaço a criação, precisamos falar dela, adicionar os traços literários. Fazendo os textos, chamamos a atenção para os detalhes e para a importância do trabalho. De certa forma, estamos sempre incentivando, por meio da nossa escrita, todas as expressões de arte, graças ao nosso blog, claro! Agradeço a você por estar conosco, dando força e trazendo o seu relevante comentário.
      Abraço,

      Alfredo Domingos.

      Responder
  2. LuDiasBH Autor do post

    Alf

    Painel simplesmente maravilhoso.
    Eu diria que Toz “arrasou” em criatividade.
    Confesso que estou encantada, deslumbrada, boquiaberta…
    E, para criar o brilhantismo do artista da cor, somente outro artista das letras: você!
    Junção perfeita!

    Grande abraço,

    Lu

    Responder
    1. Alfredo Domingos

      Lu,
      Toz é baiano, mas completamente inserido ao Rio. Mora aqui há muitos anos. Percebo que ele, aos poucos, deixa as paredes das ruas para fazer voos mais altos, em projetos maiores e importantes, como este do evento do tênis.
      Agradeço a você pelas gentis palavras, no seu comentário acima.
      Abraço,
      Alfredo Domingos.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *