Judith Leyster – SERENATA

Autoria de LuDiasBH 

seren

A composição Serenata é uma obra da pintora holandesa Judith Leyster (1609-1660), esposa do pintor Jan Molenaer. Assim como o marido, ela também foi aluna do mestre Frans Hals, e pressupõe-se que também tenha estudado com Hendrick Terbrugghen, em Utrecht, em razão do jogo de luz “caravaggesco” que emprega em algumas de suas obras. Ela era uma artista bem precoce, já tendo seu nome mencionado na arte aos 18 anos de idade. À época, era quase que impossível encontrar uma mulher pintora.

O quadro acima é típico da escola de Utrecht, próprio das imagens retratadas pelos pintores que foram alunos de Frans Hals. É uma das obras mais famosas da artista, em que profundas sombras e grandes contrastes dão um belo resultado. O fundo superior, à direita, encontra-se escuro, contrastando com o lado esquerdo, todo iluminado. Uma borda de luz ilumina o lado direito do chapéu do rapaz.

Um alegre jovem, ligeiramente inclinado para trás, toca seu alaúde (instrumento de cordas muito popular nos séculos 16 e 17), expandindo confiança e naturalidade, enquanto canta uma serenata. Seu corpo encontra-se em posição frontal, mas sua cabeça está voltada para a esquerda, com os olhos virados para cima. Sua vestimenta, amarelo-ouro com vermelho e listras pretas, é bem estravagante. Ela está meio fora de foco, como se o observador olhasse o músico bem de perto.

A luz que ilumina o alaudista vem da esquerda, de uma única fonte, como nas obras de Hendrick Terbrugghen. O jovem músico parece ter sido capturado num momento no tempo, ainda com a boca a cantar. O seu olhar voltado para cima passa ao observador a impressão de que esteja a olhar para alguma mulher na varanda ou janela, motivo de sua serenata.

Obs.: Durante muitos séculos, esta composição foi atribuída a Frans Hals, embora a pintura estivesse assinada com o monogram JL.

Ficha técnica
Ano: 1629
Técnica: óleo sobre painel
Dimensões: 45,5 x 35 cm
Localização: Rijksmuseum, Amsterdam, Holanda

Fonte de pesquisa
A Enciclopédia dos Museus/ Mirador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *