Mestre da Pintura – GIOVANNI BELLINI

Autoria de LuDiasBH

giobe

O pintor italiano Giovanni Bellini (c.1430-1516) nasceu em Veneza numa família de artistas. Era também conhecido pelo apelido de Giambellino. Seu irmão mais velho, Gentile Bellini, era também pintor.  Teve o pai, o respeitado pintor Jacopo Bellini, responsável por levar o Renascimento a Veneza, como primeiro mestre, que se dedicou intensamente a transformar seus dois filhos em importantes pintores. Giovanni tornou-se depois aluno de Andrea Mantegna, seu cunhado, que influenciaria grandemente sua arte. O foco de seu trabalho foi Veneza, onde teve sua própria oficina, sendo nomeado pintor oficial da cidade. Teve como aluno Ticiano, Giorgione, Lorenzo Lotto, entre outros grandes nomes da pintura.

Giovanni Bellini, por ser filho bastardo de Jacopo Bellini, embora fosse muito talentoso, não teve o mesmo prestígio do pai e do meio-irmão, junto aos nobres venezianos, sendo vítima de uma tola discriminação. Ainda assim, o pintor renascentista veio a tornar-se o mais famoso da unida família Bellini, sendo o responsável por dar à pintura veneziana um estilo mais colorido e sensual. Tornou-se um dos mais destacados pintores de Veneza, chegando a ser considerado o pai da Renascença veneziana, no século XV. Sua obra chama a atenção, sobretudo, pelo brilho, pelas cores quentes e pela emoção que repassa.  Giovanni era muito religioso, um cristão devoto, como comprovam suas pinturas. Deixou trabalhos apaixonantes, relativos a Cristo e à Virgem Maria, em que o lado humano das figuras supera o religioso. O artista siciliano Antonello da Messina exerceu influência sobre ele, principalmente no uso da tinta a óleo.

Bellini, mesmo tendo nascido e morrido em Veneza, não vivia isolado do trabalho de outros artistas, inclusive estudou o estilo de vários pintores do norte da Europa, absorvendo influências externas. Embora fosse considerado o mais importante pintor de sua cidade, estava sempre em busca de nova aprendizagem. Queria apreender novos estilos e técnicas com os pintores mais novos e com seus alunos. Jamais se deu por completo. Pode-se dizer que seu trabalho pictórico é sustentado pelo trinômio: humanização das figuras; domínio da cor sobre o desenho; e o uso da paisagem como parte essencial da cena.

O artista morreu aos 90 anos, quando ainda pintava ativamente. É uma pena que grande parte de suas obras mais conhecidas tenha sido destruída em incêndios e também em decorrência de restaurações irresponsáveis.

Fontes de pesquisa
Enciclopédia dos Museus/ Mirador
Giovanni Bellini/ Abril Cultural
1000 obras-primas da pintura europeia/ Könemann
http://www.artble.com/artists/giovanni_bellini

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *