Mestres da Pintura – JOHN CONSTABLE

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

constanble

O pintor inglês John Constable (1776-1837) nasceu e cresceu num vilarejo, no vale do rio Stour, no sudoeste da Inglaterra, o que o influenciou grandemente na composição de suas paisagens. Seu pai era um próspero proprietário de moinho. Desde jovem, Constable passou a pintar as paisagens do lugar. Embora tenha tido lições de pintura em Suffolk, ele era de certa forma um autodidata. Inicialmente também pintou retratos e algumas pinturas religiosas, antes de se dedicar inteiramente às paisagens.

O pintor ingressou na Escola da Academia Real, em Londres, aos 23 anos de idade, fazendo ali a sua primeira exposição. Já mais maduro, começou a pintar ao ar livre, fazendo diversas composições sobre sua região. Ao se casar, mudou-se para Londres, onde foi eleito membro da Academia Real. Sete anos depois, seu quadro A Carroça de Feno foi premiado com a Medalha de Ouro, no Salão de Paris. O que mostra que o pintor tinha muito mais prestígio na França do que na Inglaterra, onde os críticos não davam importância à paisagem, além de acharem que suas obras eram inacabadas.

Constable estudou os pintores paisagistas do passado: Peter Paul Rubens, Claude Lorrain, Jacob van Ruisdael e Thomas Gainborough. Também se inspirou na Ciência Moderna com seus progressos científicos, ligados aos fenômenos naturais e à meteorologia, como pode ser notado na pintura do céu em suas composições. Por sua vez, serviu de inspiração para Eugène Delacroix, Richard Parkes Bonnington e Frank Auerbach, entre outros. Ao fazer uma exposição de arte na escola de pintura de paisagens denominada Escola Barbizon, na França, deixou ali a sua influência direta. Os impressionistas franceses nutriam grande interesse pelas pinturas do artista.

A principal virtude das obras de Constable estava na observação da natureza, baseada em estudos precisos. O pintor inglês entendia que, para pintar paisagens, era preciso o contato direto com a natureza, a fim de captar suas nuances e variações com os próprios olhos, pois seu estudo era mais enriquecedor do que qualquer modelo artístico. Era um observador incansável, sempre tentando captar a verdadeira aparência do céu e da vegetação, em diferentes condições de luz, atmosfera, partes do dia ou estações do ano.

Antes de pintar seus enormes quadros, Constable fazia primeiro um esboço a óleo sobre tela, em tamanho natural, como preparação. Seu trabalho era lento e meticuloso. Foi responsável por colocar a pintura de paisagem num lugar até então só alcançado  pelos temas históricos, religiosos e mitológicos.

Os pintores John Constable e Joseph Mallord Willian Turner são os dois maiores pintores ingleses do século XIX, no que se refere à pintura de paisagens.

Fontes de pesquisa
Os pintores mais influentes do mundo/ Editora Girassol
A história da arte/ E.H. Gombrich
1000 obras-primas da pintura europeia/ Editora Könemann

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *