Mestres da Pintura – PIERO DELLA FRANCESCA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

    piero   piero1

 A arte de Piero dela Francesca incorpora a maioria dos traços científicos da pintura renascentista italiana, considerados “novos” no século 15, como o modelado da luz e sombra para criar formas tridimensionais (chiaroscuro), uma compreensão sofisticada da matemática e da perspectiva linear, e um gosto pela monumentalidade da arte clássica – tudo isso traduzido num estilo pessoal meditativo, atemporal e profundamente tocante. (David Gariff)

O pintor italiano Piero Della Francesca (c. 1416 – 1492) foi redescoberto, no século 19, por artistas, historiadores, críticos e colecionadores, como aconteceu com Sandro Boticelli e Jan Vermeer, tornando-se hoje um dos artistas mais conhecidos e admirados do Renascimento italiano. O uso que fez da cor, luz, perspectiva e precisão matemática, para obter clareza, calma e qualidade monumental continuam extasiando aqueles que têm acesso às suas obras, que impressionam pela serenidade, grandeza e exatidão matemática.

Tal e qual os grandes mestres de seu tempo, o artista primou sempre pela criatividade em relação ao passado medieval, usando técnicas e temáticas inovadoras como, por exemplo, o uso da tela e da pintura a óleo, o retrato, a representação da natureza, o nu, e, sobretudo, a perspectiva e a criação do volume. Também foi responsável por desenvolver uma inovadora técnica de vitrificação da cor, que concebe às suas obras um ar atmosférico.  Sua pintura pessoal e solene mistura formas geométricas e cores intensas, e se diferencia pela utilização da geometria espacial e abstração. Seu estilo é ao mesmo tempo pessoal e atemporal.

O sentido poético das obras de Piero della Francesca exprime-se no sentimento de atemporalidade, transmitido pela harmonia dos tons claros e pelo tratamento dado às figuras, tratadas em volumes simples. Apesar da tranquilidade, que repassa através de suas obras, o artista não abriu mão de uma técnica rigorosa. Nos últimos anos de sua vida, o pintor dedicou-se a escrever tratados sobre matemática e perspectiva.

Piero foi um dos mais importantes pintores do início do Renascimento e um pioneiro na arte da perspectiva. Era muito ligado aos detalhes, trabalhava devagar e meticulosamente. Possuía um sentido laborioso de cor e luz e também grande sensibilidade para com a beleza da natureza.

Características de suas pinturas:

  • modelação tridimensional das figuras
  • construção matemática precisa da profundidade espacial.

O pintor inspirou vários artistas, dentre eles podem ser citados: Luca Signorelli, Luca Pacioli, Leonardo da Vinci, Georges Seurat, Roger Fry, Roberto Loghi, Tandei Tarkovsky, Bohuslav Martinu, etc.

Nota: Ressurreição de Cristo (O pormenor mostra o autorretrato do pintor.)

Ficha técnica:
Data: 1460
Técnica: Fresco
Dimensões 225 cm × 200 cm
Localização Museo Civico de Sansepolcro, Toscânia

Fontes de pesquisa:
A arte romântica e gótica/ Folio
Os pintores mais influentes do mundo/ Girassol
1000 obras-primas da pintura europeia/ Könemann

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *