Uccello – A CAÇADA NA FLORESTA

Autoria de LuDiasBH vinho1

Paolo Uccello apresenta uma cena de caçada em sua composição, fazendo uso da técnica da perspectiva, ao mostrar objetos e figuras que vão diminuindo à medida que se distanciam do primeiro plano. Tudo se organiza na composição a partir de um ponto central distante. Com isso, o artista cria a sensação de espaço e profundidade.

Cavaleiros, batedores e cães dirigem-se em disparada para o centro da composição, onde um veado embrenha-se pela floresta, e onde o artista coloca o ponto de fuga central, que divide o quadro ao meio. O hábil uso da perspectiva passa ao observador a sensação de fazer parte do grupo, avançando para a escuridão da floresta.

Uccello contrapõe ao verde das árvores e da grama, o vermelho forte das roupas e bonés dos homens, das perneiras dos batedores, dos arreios dos cavalos e das coleiras dos cães, criando um belo colorido. Cavaleiros e batedores possuem o mesmo rosto, ainda que tenham expressões diferentes ou posturas. Tal similaridade, aliada às cores fortes, tornam a cena imaginária.

A maioria dos cães tem a mesma aparência e são também muito parecidos com os veados. Mas pela curvatura na barriga desses é possível notar que eles correm, enquanto os veados saltam. Uccello usa as pernas espichadas dos cães e suas costas recurvas para mostrar que estão velozes.

As árvores, que são carvalhos, também são muito semelhantes. Todas são altas e não interferem na visão dos caçadores. Com a ajuda de uma lupa é possível enxergar uma lua crescente no céu azul-escuro, que simboliza Diana, a deusa romana da caça. Crescentes dourados enfeitam as rédeas e correios dos arreios, na garupa.

Ficha técnica:
Data: c. 1470
Técnica: têmpera e óleo sobre madeira
Dimensões: 73,3 x 177 cm
Localização: Ashmolean, Oxford, Reino Unido

Fontes de pesquisa:
Grandes pinturas/ Publifolha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *