Pintores Brasileiros – RODOLPHO CHAMBELLAND

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

Rodchamb

Foi a pintura mural, a começar pela que realizou para o Pavilhão de Turim, que lhe estimulou o interesse pelas harmonias cromáticas impressionistas, claras e de grande efeito de espaço e para o que o emprego do pontilhismo facilitava um divisionismo das cores e alcance de uma luminosidade de pronta sedução decorativa. Conquanto por vezes tenha levado para a pintura de alguns quadros o recurso do pontilhismo (…) será em sua pintura mural que a técnica assim se caracterizará definitivamente. (Quirino Campofiorito)

Artista de organização muito trabalhada, pela sua permanente luta íntima, em torno dos seus ideais, o professor Chambelland é um impressionista forte, cheio de sol, cheio de claridade, cheio de tons vivos que reproduzem a natureza como ela dever ser vista, animada, colorida, na alegria pagã com que os nossos olhos de homem moderno a veem. (Angyone Costa)

O pintor, desenhista, decorador e professor Rodolpho Chambelland (1879-1967) nasceu na cidade do Rio de Janeiro. Seus estudos no campo das artes tiveram início no Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro. A seguir estudou na Escola Nacional de Belas-Artes (ENBA), tendo sido aluno de João Zeferino da Costa, Rodolfo Amoedo e Henrique Bernardelli.

Em 1905, ao expor seu quadro “Bacantes em Festa”, na Exposição Geral de Belas Artes, Rodolpho Chambelland conquistou o cobiçado Prêmio de Viagem à Europa, que deu ao artista a oportunidade de ampliar seus estudos no continente europeu. Em Paris, cidade em que permaneceu por dois anos, estudou com o mestre Jean-Paul Laurens, na Academia Julien. Recebeu influência das técnicas do pontilhismo e do impressionismo.

Após a sua volta ao Brasil, o artista fez a sua primeira mostra individual na cidade do Rio de Janeiro, viajando três anos depois para a Itália, em companhia de seu irmão mais novo Carlos Chambelland, e dos dois irmãos artistas, João Timótheo da Costa e Arthur Timótheo da Costa, dentre outros, que haviam firmado contrato com o governo brasileiro para decorar o Pavilhão do Brasil, na Exposição Internacional que se realizaria em Turim.

No Brasil, foi professor na Escola Nacional de Belas Artes, até se aposentar. Também recebeu uma medalha de ouro pelo retrato que fez de José Mariano Filho. Em conjunto com seu Carlos Chambelland,  decora a cúpula da sala de sessões do Palácio Tiradentes, no Rodolpho Chambelland Rio de Janeiro, com oito painéis.

Rodolpho Chambelland, Rodolpho Chambelland foi considerado excelente retratista e pintor de figuras, destacando-se na realização de cenas de costumes e de gênero.  Morreu na cidade do Rio de Janeiro, aos 88 anos de idade.

Fontes de pesquisa
http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa24656/rodolfo-chambelland
https://www.escritoriodearte.com/artista/rodolfo-chambelland/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *