Teste – A ÚLTIMA CEIA

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH ceia

A palavra arte, antigamente, estava ligada à capacidade técnica que uma pessoa tinha para produzir um determinado objeto, ou para exercer certa atividade. Podemos destacar, por exemplo, os ferreiros, os ourives, os sapateiros, assim como os poetas ou escultores como responsáveis por determinada ocupação. As artes, ligadas à produção de objetos úteis, com o passar dos tempos, recebeu o nome de “ofício”. Antes mesmo de aprender a falar, o homem já se expressava através das imagens, gravadas ou pintadas rudimentarmente nas paredes das cavernas. Para se compreender uma obra de arte, é preciso entender um pouco de sua história, onde entram o emissor, a mensagem, o código, o meio, o receptor, o contexto e a função. No teste de hoje, vamos estudar o quadro de A Última Ceia, já analisado aqui no blog:

  1. O emissor é o responsável por comunicar alguma coisa. No caso, ele é:

a)      Michelangelo Buonarroti
b)      Leonardo da Vinci
c)      Sandro Botticelli
d)     Fra Angelico

  1. A mensagem é aquilo que se quer comunicar. Em A Última Ceia é?

a)      O número de apóstolos
b)      Um episódio da vida de Jesus Cristo
c)      A técnica usada pelo pintor.
d)     O local onde o quadro foi pintado.

  1. O código é o sistema de sinais usados pelo emissor para fazer a comunicação. No caso é uma pintura:

a)      Gótica
b)      Moderna
c)      Expressionista
d)     Renascentista

  1. O meio é o elemento usado para fazer a transmissão da mensagem. Aqui é:

a)      A parede de uma igreja italiana
b)      O mural de um palácio espanhol
c)      A parede de um refeitório de um convento
d)     O mural da biblioteca de Alexandria

  1. O receptor é aquele que recebe a mensagem. Em se tratando de A Última Ceia são, atualmente, todos aqueles que visitam o afresco no Refeitório de Santa Maria dele Grazie, em:

a)      Paris, França
b)      Milão, Itália
c)      Madrid, Espanha
d)     Moscou, Rússia

  1. O contexto refere-se à época em que se deu a comunicação. No caso da obra em estudo, aconteceu na época da família Sforza, quando as cortes disputavam os serviços dos pintores:

a)      Mais famosos
b)      Ligados à nobreza
c)      Vindos do exterior
d)     Da cultura greco-romana

  1. A função refere-se ao objetivo de quem transmite a mensagem. Naquela época, a pintura cristã tinha um objetivo único:

a)      Enaltecer a pintura clássica
b)      Educar as pessoas na fé
c)      Ensinar os rudimentos da arte
d)     Enfeitar as igrejas

  1. Técnica empregada na pintura: mista com predominância da têmpera e óleo sobre duas camadas de preparação de gesso aplicadas sobre o reboco (estuque). A nova técnica de pintura de afresco experimentada pelo artista contribuiu para:

a)      a degradação da obra
b)      a conservação da obra
c)      a deslocação da obra
d)     destacar as figuras da obra

  1. A disposição dos apóstolos, em grupos de três, em volta de Cristo não é aleatória, mas obedece a uma sequência de divisões, que enseja diversos focos narrativos, com seus corpos em diferentes posturas e fisionomias diversas. Judas está presente, da esquerda para a direita (sob o ângulo de quem está diante da pintura) no:

a)      Primeiro grupo
b)      Segundo grupo
c)      Terceiro grupo
d)     Quarto grupo

  1. Já se lamentava, em 1517, os danos sofridos pela pintura. A partir do século 18 A Última Ceia passou por constantes restauros. Somente as restaurações documentadas foram oito, no mínimo. A última teve a duração de 22 anos, encerrando-se no ano de:

a)1999
b)2009
c)1989
d)1979

Avaliando seus conhecimentos:
(Respostas corretas: 1.b / 2.b/ 3.d / 4.c/ 5.b/ 6.a/ 7.b/ 8.a/ 9.b/ 10.a)

Excelente: entre 08 e 10 pontos
Bom: entre 07 e 05 pontos
Fraco: entre zero a 04 pontos

Fonte de pesquisa:
Para entender a arte/ Maria Carla Prette

4 comentários sobre “Teste – A ÚLTIMA CEIA

  1. Mário Mendonça

    Lu Dias

    Conservação, degradação: não entendi a diferença na pergunta?
    Agora estamos estudando as fazes da mensagem, desde a transmissão até a recepção?
    Seus testes estão num nível de extrema dificuldade.
    Positivo: tem que saber ler e interpretar para entender suas pegadinhas, isso é para poucos e não me enquadro.
    Negativo: extrema confusão.
    Acertei 8 (a maioria no chute – Sorte como tu já disseste, deveria ser jogador de futebol – tentei.
    Tu estas enganando muito no jogo de palavras.
    Desculpe a redundância da reclamação, mas é o que sinto.

    Abração

    Mário Mendonça

    Responder
    1. LuDiasBH Autor do post

      Mário

      A nova técnica, à época, empregada no afresco por Leonardo contribuiu para a degradação da obra, pois era muito fraca, em vez de contribuir para a sua conservação.
      Por isso, ela tem precisado de tantos reparos.

      De vez em quando vou fazer um teste sobre as nossas pinturas já estudadas aqui no blog… risos. Prepare-se.
      Foi só o primeiro que trouxe dificuldades.
      Os próximos serão mais fáceis.
      Além do mais você foi muito bem.

      Boa notícia: em maio trarei a série sobre seu Dalí, feita especialmente para você.

      Abraços,

      Lu

      Responder
      1. Mário Mendonça

        Lu Dias

        Então maio será o mês da “Viagem Total” como dizia Raul) porque o cara era maluco de dar dó…
        O Cara pensava que era deus… será que não era?
        Haja ansiedade!

        Mário Mendonça

        Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *