Turner – PAZ – ENTERRO NO MAR

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

turner12

O mais sublime não pode existir sem mistério. (Ruskin)

Esta composição, Paz – Enterro no Mar, foi feita em homenagem ao pintor escocês David Wilkie que, ao regressar da Palestina por meio de um navio a vapor, morreu próximo a Gilbratar, em 1841. Naquela época, como a peste dizimava o Oriente Próximo, o porto foi fechado, impedindo a chegada de pessoas que vinham daquela parte do planeta. David Wilkie morreu no navio e seu corpo foi lançado ao mar.

Nesta sua comovente pintura, Turner apresenta um fenômeno luminoso no céu, na água e na linha da costa longínqua, enquanto no mar jaz a escuridão do navio com suas velas içadas, solto e sem rumo sobre as águas.

Uma luz forte e dourada, proveniente dos archotes que iluminavam o corpo de Wilkie, no momento em que esse estava sendo entregue ao mar, parece separar o escuro navio em duas partes, como se fosse algo divino e sobrenatural.

Ficha técnica
Ano: 1842
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 87 x 86,7
Localização: Tate Gallery, Londres, Grã-Bretanha

Fonte de pesquisa
Romantismo/ Editora Taschen

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *