Uccello – SÃO JORGE E O DRAGÃO

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

sojordra

A pintura São Jorge e o Dragão é uma obra do pintor italiano Paolo Uccello, que possui outra composição com esta mesma temática religiosa, sendo ambas bem parecidas. O quadro apresenta duas cenas relativas à história do santo. A primeira diz respeito à luta contra o dragão que causava terror aos habitantes da cidade e que queria devorar a filha do rei. A segunda mostra a princesa segurando-o com seu cinto. O dragão simbolisa aqui o paganismo.

No céu, uma tempestade está tomando corpo. O olho das linhas de tempestade direciona-se para a lança de São Jorge, sugerindo que a intervenção divina levou-o à vitória. Uccello usa o lance para enfatizar o ângulo a partir do qual São Jorge ataca o dragão, ajudando a estabelecer um espaço tridimensional. As manchas estranhas de grama ilustram a preocupação obsessiva do pintor Uccello com perspectiva linear e sua tendência para criar um padrão decorativo.

Em primeiro plano estão presentes São Jorge, a princesa e o dragão. São Jorge, montado sobre seu cavalo branco, que refuga, usa uma pesada armadura. Ele se inclina para a direita e acerta a fera com uma lança exageradamente comprida. Seu rosto aparenta apreensão e coragem. A princesa traz o dragão preso a seu cinto a fim de levá-lo à cidade. Ela não demonstra nenhum medo, mas ao contrário, sugere estar segurando um dócil animal, cuja posição é de absoluta passividade.

O dragão mostra-se muito mais exótico do que amedrontador. Suas pernas desconjuntadas encontram-se abertas. As patas apresentam, cada uma, três unhas expostas e afiadas. De sua boca escorre sangue, em decorrência do ferimento causado pela lança do santo.  Suas asas apresentam círculos com cores diferenciadas. E sua enorme cauda enrodilha-se no ar.

A enorme caverna do monstro é vista atrás da cena, à esquerda. O chão é composto por pedras e canteiros de ervas rasteiras. Atrás de São Jorge divisa-se uma floresta e um redemoinho de nuvens pesadas, formando um olho, como a reafirmar o perigo pelo qual passa o santo e a intervenção divina. Ao fundo descortinam-se montanhas, atrás das quais vê-se a luminosidade de uma cidade. O céu azulado traz a presença de uma meia-lua e pequenas nuvens brancas. A longa lança leva os olhos do observador de São Jorge para o dragão e deste para a pricesa.

Ficha técnica
Ano: c. 1455
Técnica: têmpera sobre tela
Dimensões: 57  x 73 cm
Localização: Galeria Nacional, Londres, Grã-Bretanha

Fontes de pesquisa
Enciclopédia dos Museus/ Mirador
https://www.nationalgallery.org.uk/paintings/paolo-uccello-saint-george-and-the-dragon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *