Dalí – COMPOSIÇÃO SURREALISTA COM FIGURAS INVISÍVEIS

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

gal

A composição de Salvador Dalí, Composição Surrealista com Figuras Invisíveis, foi feita em 1936. E trata-se de uma das obras do rol das presentes na exposição que aconteceu no Brasil.

No meio de uma paisagem solitária, encontram-se presentes uma cama e uma poltrona de frente para o observador, e um pedestal com uma pedra avermelhada, emitindo luzes. Tanto a cama quanto a poltrona encontram-se vazias, pois não há presença humana na paisagem. No entanto, é possível ver em ambas os contornos dos corpos que ali estiveram, similares a corpos femininos.

A cama e a poltrona apresentam suas sombras, ao contrário da base com a pedra. Em segundo plano está um trecho, possivelmente do mar, com rochedos e vegetação ao fundo. O céu azul e branco compõe a paisagem.

Para Dalí, suas obras surrealistas enfatizavam a vida interior, quando na verdade externavam o seu imenso ego, aprisionado pela busca desenfreada de sucesso a qualquer preço. Tanto é que, ao se encontrar com Freud, já na velhice do psicanalista, esse comentou com ele:

– Não é o inconsciente que vejo em suas pinturas, e sim o consciente.

Ficha técnica
Ano: 1936
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 60 x 45 cm
Localização: ?

Fonte de pesquisa
Revista Veja/ 4 de junho de 2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *