Jacob van Ruisdael – PAISAGEM COM COLINAS E…

Siga-nos nas Redes Socias:
FACEBOOK
Instagram

Autoria de LuDiasBH

O pintor holandês Jacob van Ruisdael (1628/29 – 1682) era filho do também pintor Isaack van Ruysdael. Presume-se que seus primeiros ensinamentos artísticos tenham lhe sido repassados pelo seu  tio Salomon van Ruisdael, em sua oficina. Tornou-se membro da Guilda de São Lucas, em Harlem. Além de pintor, ganhou também o diploma de Doutor em Medicina. Sua predileção era pelas paisagens, tendo sido um dos mais renomados pintores deste estilo, à sua época.

A composição denominada Paisagem com Colinas e Árvores é uma vista de uma colina rochosa, com o vento balançando as plantas. Embora possa aparentar ser de fácil execução, trata-se de uma obra bem complexa, ou seja, uma construção muito bem organizada, o que era específico do artista em suas obras.  A superfície ocupada pelo céu na tela é praticamente a mesma representada pela parte terrestre. Uma linha sinuosa separa o céu do solo. Ela vai subindo, começando da direita, até atingir o ponto máximo, que é a parte mais elevada do morro, onde se encontram duas figuras humanas, para depois descambar ligeiramente para a esquerda. As nuvens nubladas e mais pesadas à direita contrabalançam com a parte mais alta do morro.

A paisagem prima pela ondulação: a estrada que leva ao topo, ou desce dele; os contornos das árvores; os ramos; os troncos; o capim; e atém mesmo as pedras. As curvas apresentam-se ora contrárias ora em conformidade. A luz também é espalhada ora harmoniosa e ora contrastante. Uma grande massa de árvores tomba para a direita, possivelmente pela inclinação do terreno, enquanto as demais se voltam para a esquerda, o que nos leva a concluir que o vento está vindo da direita para a esquerda. Um riacho nasce à direita, dobrando-se no meio do caminho, até atingir a base da tela. Um arbusto com flores brancas debruça-se sobre ele-se

As duas figuras humanas, no alto do morro, parecem-se com um homem com uma vara na mão  e um garoto, possivelmente seu filho. A pouca distância deles está uma carroça. Num pequeno descampado à direita, ovelhas (ou seriam vacas?) pastam. O caminho esbranquiçado e árido mostra que a passagem por ele é constante.

Ficha técnica
Ano: ?
Técnica: óleo sobre painel
Dimensões: 70,5 x 92 cm
Localização: Pinacoteca de Munique, Alemanha

Fontes de pesquisa
Enciclopédia dos Museus/ Mirador
1000 obras-primas da pintura europeia/ Könemann

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *